Editorias, Notícias, Política

Aliados de Alckmin vencem na maioria das cidades do Interior do Estado

Duarte Nogueira: eleição em Ribeirão Preto na 4ª tentativa. Foto: Divulgação/PSDB

Partidos da base aliada do governador Geraldo Alckmin (PSDB) venceram ontem (30) o segundo turno da eleição municipal na maioria das cidades do interior e litoral de São Paulo.

PSDB e DEM, com duas prefeituras cada, foram as principais legendas vencedores nas seis cidades em que houve disputa. O PSB venceu no Guarujá e o PSD conquistou a Prefeitura de Bauru.

Enquanto o PSDB ganhou em dois dos três municípios em que disputava o segundo turno (Ribeirão Preto e Jundiaí), o DEM saiu-se vitorioso nos dois locais em que disputava: Sorocaba e Franca.

Em Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB) chegou à prefeitura em sua quarta tentativa. Próximo de Alckmin, o tucano teve 57% dos votos, ante os 43% de seu adversário, Ricardo Silva (PDT).

Após a vitória, Nogueira disse que “reconstruir Ribeirão Preto é uma tarefa de gigantes”. “A cidade precisa se reencontrar com seu desenvolvimento e acreditar nela própria”, disse o tucano.

Em nota, a atual prefeita, Dárcy Vera (PSD), afirmou esperar que o tucano viabilize projetos importantes para a cidade, como a ampliação do aeroporto Leite Lopes, o maior de São Paulo sob gestão do governo do Estado.

Derrotado

Em Franca, o PSDB dava como certa a vitória já no primeiro turno, com o ex-prefeito Sidnei Franco da Rocha, que já governou a cidade três vezes. No entanto, foi derrotado por Gilson de Souza (DEM), também integrante da base de Alckmin.

“Prefeitura é o instrumento para apoiar e dar ao cidadão o que mais precisa, que é ter casa”, disse Gilson em discurso após a vitória.
O PSD venceu em Bauru, com Clodoaldo Gazzetta, que alcançou 60% dos votos, enquanto seu rival, Raul (PV), atingiu 40%.

Em Jundiaí, o PSD perdeu a disputa. O atual prefeito, Pedro Bigardi, não conseguiu ser reeleito e passará o cargo ao deputado estadual tucano Luiz Fernando Machado, que alcançou 58% dos votos.

Em Sorocaba, a prefeitura será comandada por José Crespo (DEM), que disputou pela quinta vez o cargo. O democrata alcançou sua primeira vitória e impediu que o PSOL vencesse no Estado de São Paulo.

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL), que chegou a empatar tecnicamente em pesquisa no segundo turno, alcançou 41% dos eleitores, contra 58% de Crespo.

Litoral
Na única cidade do litoral paulista com segundo turno, Valter Suman (PSB) obteve 51% dos votos e derrotou Haifa Madi (PPS), que alcançou 49%. A vitória de Suman confirma o “cinturão” de influência de Alckmin na Baixada Santista.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*