Editorias, Notícias, São Paulo

Alexandre Baldy deixa a Secretaria de Transportes Metropolitanos de SP

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, dei­xou a Secretaria de Transportes Metropolitanos de São Paulo para iniciar sua pré-campanha ao Senado pelo estado de Goiás. Paulo Galli, secretário Executivo da pasta, assume interinamente a secretaria. O governador João Doria aceitou nesta segunda-feira (18) o pedido de desligamento do secretário.

“Alexandre Baldy foi competente, dedicado e inovador à frente da Secretaria de Transportes Metropolitanos. Deixa amigos e um grande legado com sua atuação”, afirmou o governador.

João Doria agradeceu ao ago­ra ex-secretário pelos serviços prestados desde o início desta gestão, em janeiro de 2019. Alexandre Baldy teve como uma de suas prioridades destravar obras paralisadas e, durante sua gestão, o Governo de São Paulo ultrapassou a marca de 100 quilômetros de Metrô e entregou modernos trens para a Linha 10-Turquesa.

Com Baldy à frente da STM, a pasta retomou as obras da Linha 6-Laranja, maior obra de infraestrutura da América Latina e que estava parada há quatro anos; e pela primeira vez na história do Metrô, iniciou e vai concluir uma estação na mesma gestão: a estação Jardim Colonial, que será en­tregue nos próximos dias.

Também finalizou a então abandonada Estação Bruno Covas/Mendes/Vila Natal na Linha 9-Esmeralda; retomou e entregou a Estação Francisco Morato na Linha 7-Rubi; e retomou as obras das Estações da 15-Prata, sendo quatro delas en­tregues no primeiro ano de gestão: Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

“Gratidão por terem confiado em minha pessoa e conseguirmos entregar dignidade e respeito a milhões de trabalha­dores que, diariamente, gastam tempo de suas vidas dentro da estrutura da STM. Foi em meio a minha gestão que passamos por um dos maiores desafios da humanidade, vencendo dia a dia na luta contra o coronavírus, sempre tomando atitudes pioneiras e copiadas dos demais sistemas de transportes sobre trilhos do mundo todo”, destacou Baldy em carta enviada a Doria e ao vice-governador, Rodrigo Garcia..

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*