Copa Paulista, Esportes

Alex Reinaldo festeja gol que garantiu o título da Copa Paulista

Alex Reinaldo festeja gol que garantiu o título da Copa Paulista
Alex Reinaldo: “Amo esta cidade e amo este clube”. Foto: Fabrício Cortinove/AD São Caetano

Opção no banco de reservas do São Caetano, Alex Reinaldo não decepcionou quando entrou em campo no decorrer do jogo contra o XV de Piracicaba, o segundo da decisão da Copa Paulista. Nasceu em seus pés o gol que garantiu o título inédito para o Azulão, obtido no empate por 1 a 1 do último sábado (16), no Anacleto Campanella.

O relógio marcava 20 mi­nutos do segundo tempo. O Azulão tinha escanteio a seu favor para cobrar do lado esquerdo do campo. Escolhido para fazer a cobrança, o lateral-direito bateu na bola com bastante efeito, o suficiente para que desviasse em Kadu Barone e entrasse no fundo das redes.

Alex Reinaldo festejou o gol que escreveu seu nome na história do São Caetano. “É maravilhoso. Escrevo meu nome na história do clube e fico lisonjeado. Só tenho a agra­de­cer, pois esta é minha terceira temporada aqui e é o segundo título que conquisto”, disse. “Amo esta cidade, amo esse clube. É maravilhoso vestir essa camisa, ter torcida e família por perto. Não tem como descrever essa sensação”, prosseguiu.

POSICIONAMENTO

Quem acompanha aos jogos do São Caetano acostumou-se a ver Alex Reinaldo na lateral direita. Porém, com a presença de Lucas Mendes entre os titulares nos últimos jogos, o dono da camisa 2 jogou mais adiantado quando esteve em campo.

Entretanto, o jogador – que chegou ao estádio Anacleto Campa­nella no final de 2016 – não se intimidou com a mudança de posicionamento. Pelo contrário, fez o possível para ajudar o Azulão a conquistar o título inédito.

“Poucos sabem, mas iniciei minha carreira no futebol co­mo atacante. Nas finais da Copa Paulista, o Lucas foi o titular na lateral e jogou muito. Graças a Deus entrei mais adiantado e consegui render um pouco mais na linha da frente também. Fui feliz e tenho ape­nas que agradecer”, afirmou Alex Reinaldo.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*