Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Alex Mognon: ‘esta será minha última eleição para vereador’

Mognon: “posso contribuir com a cidade em outros postos”. Foto: Arquivo/Oscar Jupiraci/Câmara SBC
Mognon: “posso contribuir com a cidade em outros postos”. Foto: Arquivo/Oscar Jupiraci/Câmara SBC

O vereador e ex-secretário de Esportes de São Bernardo, Alex Mognon (PSDB), confirmou ao Diário Regional que vai concorrer pela última vez à eleição para vereador. Segundo o tucano, dois mandatos (oito anos) são suficientes para mostrar a que veio no Legislativo.

“O futuro pertence a Deus e à vontade popular, mas te­nho plena convicção que posso contribuir com a cidade em outros postos em ou­tros cargos”, destacou Mognon.

Embora o senhor tenha sido eleito vereador, logo depois da posse foi nomeado secretário de Esportes.

Fui eleito por um grupo liderado pelo prefeito Orlando Morando (PSDB) e nunca esco­lhi posição. Sempre me coloco à disposição e, naquele momento, ele entendeu que eu seria mais útil no Executivo, como secretário de Esportes. Assim, aceitei o desafio e, na minha avaliação pessoal e de muita gente que pratica espor­tes e é ligada ao esporte, foi uma gestão inovadora. Voltei à Câmara para disputar a reeleição.

Quais foram suas prioridades na gestão do Esporte e Lazer na cidade?

Como sempre, priorizamos o povo. Priorizamos atender a população. O Esporte é uma política pública para a saúde, para a educação, ao respeito e formação do cidadão.

No Legislativo quais foram as prioridades?

Não são minhas prioridades. São as prioridades do cidadão de bem desta cidade. Nosso gabinete está aberto e a disposição. É muito importante esse contato com a nossa gente. É assim que tenho apren­dido e aperfeiçoado nosso trabalho. Fora isso temos nos debruçado sobre os projetos do Executivo, que também vêm revolucionando a admi­nistração pública em outras áreas. Vejam todas as obras deixadas inacabadas que foram entregues. O importante é não deixar a cidade com a aparência de abandonada e isso o prefeito Orlando Morando e o vice, Marcelo Lima, fizeram e, com convicção, vão continuar a fazer. São Bernardo é a cidade do futuro agora.

O senhor está declarando que esta é sua última eleição ao Legislativo. Pretende se aposentar e voltar para seu cargo de carreira?

É verdade e o grupo de pessoas que me apoia já sabe disso e da responsabilidade que todos temos. Não sou pré-candidato de mim mesmo. É uma vontade. Se reeleito vamos ampliar nosso trabalho com foco no cidadão, como sempre temos feito. Quanto ao futuro, pertence a Deus e à vontade popular, mas tenho plena convicção que posso contribuir com a cidade em outros postos em outros cargos

A saúde tem sido calcanhar de Aquiles da gestão. Como avalia?

É o calcanhar de Áquiles por conta de uma conjuntura econômica que independe da gestão municipal. As pessoas que saem dos empregos formais, perdem o convênio e acabam caindo no sistema público. Esse ciclo vem desde as grandes greves dos metalúrgicos que fizeram muitos trabalhadores perderem os empregos. Desafio que alguma outra cidade tenha uma infraestrutura tão grande e boa como a nossa, tanto que não precisamos investir dinheiro em hospitais de campanha no auge da pandemia e atravessamos a crise com responsabilidade e direção e pulso firme. Com a adoção sem medo de medidas que foram, no primeiro momento, consideradas impopulares, mas que se mostraram assertivas salvando vidas.

2 CComentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*