Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Alckmin e Morando firmam convênio e HC de São Bernardo será referência para cirurgia cardíaca infantil

Alckmin e Morando firmam convênio e HC de São Bernardo será referência para cirurgia cardíaca infantil
Alckmin e Morando: “o Hospital de Clínicas tem toda estrutura necessária para receber pacientes da região e de todo o Estado”. Foto: Governo do Estado

A Prefeitura de São Bernardo, o governo do Estado de São Paulo e o Instituto do Coração (Incor) assinaram nesta terça-feira (27) convênio que referencia o Hospital de Clínicas do município para realização de cirurgias cardíacas neonatais e infantis. O equipamento será o 11º serviço de referência nessa área para o Estado e as novas instalações vão elevar para 100% a capacidade da unidade de saúde.

O governo estadual vai investir R$ 20 milhões na aquisição de equipamentos e contratação de pessoal. Serão abertos dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (10) e outros 17 de enfermaria. O custeio, que ficará a cargo do governo do Estado, será de R$ 2 milhões por mês. O serviço vai funcionar no quinto andar do complexo.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), que participou da solenidade de assinatura da parceria, destacou que a inauguração do serviço é positiva e importante para a cidade, para o ABC, para o Estado e o país. “O Hospital de Clínicas tem instalações maravilhosas e toda estrutura necessária para receber pacientes da região e de todo o Estado”, pontuou.

“Temos uma fila de espera para essas cirurgias que, infelizmente, é muito grande. Precisamos expandir esses atendimentos e oferecer tratamento para essas crianças e adolescentes. Hoje em dia, nós temos 10 centros de referência funcionando, e estou muito feliz de anunciar o 11º”, completou o tucano.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), aproveitou para agradecer ao governo do estado pela parceria. “Quando assumi o cargo, este hospital estava funcionando apenas com 40% da sua capacidade. Os leitos de UTI estavam abandonados, sem pacientes. Hoje, com essa medida, o HC passará a funcionar por completo. Isso que estamos trazendo hoje, é muito mais do que um atendimento à saúde das crianças, estamos devolvendo o respeito aos pacientes que estão nascendo, com as famílias e acima de tudo, com a sociedade” comemorou Morando.

Medicamentos de alto custo

O Governo do Estado também anunciou que vai dar início a projeto-piloto de distribuição de medicamentos de alto custo na unidade de São Bernardo do Poupatempo, para atender pacientes do município. Atualmente, a distribuição de todo ABC é feita no Hospital Mário Covas, mas são muitas as reclamações quanto a problemas na prestação do serviço.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, David Uip, o projeto terá início imediato. “Entendemos que é preciso uma nova forma de agilizar a distribuição de medicamentos de alto custo. Já tentamos de tudo, ampliar horários, aumentar guichês. O Poupatempo é um sistema muito bem avaliado no Estado e por que não usar na distribuição?”, questionou. “Vai ser um bom teste, dando certo, ampliamos para o Estado”, finalizou.

Foi anunciada, ainda, a regionalização da Central de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), que vai funcionar junto ao Consórcio Intermunicipal do ABC. “O ABC tem uma singularidade própria e nós traremos para cá a regulação para fazer essa regionalização. As pessoas tem dificuldade de acesso, precisa de um sistema bem integrado”, destacou o governador.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*