Boas Notícias

Akatu e Braskem apoiam educadores da rede municipal de Mauá com ferramentas para aulas virtuais de sustentabilidade na quarentena

Akatu e Braskem apoiam educadores da rede municipal de Mauá com ferramentas para aulas virtuais de sustentabilidade na quarentena
Edukatu permite que cada participante da rede seja um multiplicador do conteúdo compartilhado na plataforma. Foto: Divulgação/Akatu

Como as aulas da rede municipal de ensino de Mauá  estão sendo ministradas on-line, seguindo a recomendação de distanciamento social imposta pela pandemia do novo coronavírus, o Akatu e a Braskem se uniram à Secretaria de Educação da cidade para capacitar, gratuitamente, 15 educadores – entre professores e coordenadores de escolas – para garantir aos alunos da educação infantil e ensino fundamental o conteúdo da plataforma Edukatu, rede de aprendizagem virtual sobre conceitos e práticas do consumo consciente e sustentabilidade. Essa foi a primeira fase do projeto, que se estenderá pelos próximos oito meses.

A plataforma Edukatu, oferecida em parceria com a Braskem desde 2013, já conta com mais de 51 mil inscritos, sendo mais de 10 mil no Grande ABC e quase 500 em Mauá. A primeira etapa, de capacitação virtual, realizada no final de maio, abordou temas que serão trabalhados até o final deste ano letivo, como a gestão adequada de resíduos e o consumo consciente. O direcionamento tem como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), agenda global promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Em Mauá, participam da iniciativa alunos e educadores das escolas municipais Alberto Betão P. Justino, Jonathan Gomes de L Pitondo, Dom Hélder Pessoa Câmara, Maria Wanny S. Cruz, Guimarães Rosa, Therezinha Damo de Lima, Marli Rodrigues de Souza, Zeny Machado Chiarotto e Samir Auada.

“A proposta do Edukatu é que cada participante da rede seja um multiplicador do conteúdo compartilhado na plataforma. Dessa forma, o impacto pode ser muito maior, promovendo o engajamento de toda comunidade escolar e familiares”, afirma Pedro Bernardes, coordenador de projetos do Instituto Akatu. A plataforma, que já era implementada em outros municípios de maneira presencial, foi totalmente adaptada para o formato remoto, substituindo os encontros presenciais nas escolas por atividades à distância, a serem realizadas pelos estudantes em casa. “Por ser uma plataforma on-line, o Edukatu tem se mostrado uma ferramenta complementar importante ao ensino à distância neste período de isolamento social, permitindo às crianças trabalhar, de casa, questões ligadas à sustentabilidade”, destaca Bernardes. A próxima fase da capacitação, que integra alunos e professores, já está em curso.

Segundo Akatu e Braskem, a proposta é estimular a troca de conhecimentos sobre sustentabilidade e melhores práticas de consumo. A participação está atrelada ao envio de relatórios sobre engajamento e mudança de comportamento dos alunos, dos seus familiares e da comunidade escolar, de forma geral. A certificação dos professores é feita com a chancela da Secretaria de Educação de Mauá e acontece em dezembro deste ano.

“Acreditamos no potencial de transformação social da educação e ficamos muito felizes em contribuir com a inserção de temas relacionados à sustentabilidade no ensino público, por meio da capacitação dos coordenadores e professores. Confiamos no trabalho do Edukatu para apoiar na formação de jovens conscientes do papel cidadão com o meio ambiente”, afirma Flávio Chantre, gerente de Relações Institucionais da Braskem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*