Brasileirão, Esportes

Aguirre evita euforia no São Paulo e prevê ‘19 finais’

Aguirre evita euforia no S.Paulo e prevê ‘19 finais’
Diego Aguirre: “O time tem evoluído muito bem”. Foto: Rubens Chiri/SPFC

De azarão na largada do Campeonato Brasileiro, com muitos de seus torcedores dizendo que ficariam satisfeitos se o time não rondasse a zona do rebaixamento, o São Paulo chegou à metade do Nacional com o título simbólico do primeiro turno.

De um lado, isso serve de motivação. Na história do campeonato por pontos corridos, apenas três times não encerraram o ano campeões depois de fechar o turno na frente: Grêmio (2008), Inter (2009) e Atlético-MG (2012). Além disso, nunca o vencedor do turno encerrou o torneio abaixo do segundo lugar.

Pelo lado negativo, os são-paulinos reconhecem que viraram o time a ser batido. Diferentemente do ano passado, quando o Corinthians disparou, os tricolores somam 41 pontos e terão na cola Inter (38), Flamengo (37), Grêmio (36), Atlético-MG e Palmeiras (33). Há um consenso de que esses seis disputarão o título.

Diante de uma disputa tão apertada, o técnico Diego Aguirre blinda o grupo e exi­ge que os atletas pensem em 19 finais até dezembro.

“Temos de manter a humildade do grupo, não pensar que somos mais do que ninguém. Temos de enfrentar cada jogo como se fosse uma final.

Independentemente de quem está na frente, a motivação tem de ser máxima. Não podemos pensar que somos mais do que somos. Por isso falo a eles de humildade e de trabalho”, disse o uruguaio, em entrevista à TV Globo.

Para o comandante, o estágio atingido neste semestre demonstra que, em todos os setores do clube, o planejamento tem dado certo, mas será preciso confirmar com o título.

“A verdade é que estou feliz com esse momento. O time tem evoluído muito bem. Faz pouco mais de cinco meses que estamos aqui e a resposta dos jogadores foi espetacular. É importante estar na frente da tabela e continuar a sonhar com a possibilidade de ganhar”, analisou Aguirre.

 

Treinador fecha as portas para novos jogadores no clube

O meia-atacante equatoriano João Rojas, 29 anos, foi a última contratação do São Paulo para esta temporada.

Segundo o técnico Diego Aguirre, até o dia 4 do próximo mês, quando encerram as ins­crições para o Campeonato Brasileiro, a diretoria não fará novos investimentos.

“Está ótimo (o elenco). Não precisa de ninguém. Este tema está fechado. Os jogadores que eu tenho são os melhores e não preciso de mais ninguém”, disse o trei­na­dor uruguaio, em entrevis­ta à TV Globo.

Para dar conta de encarar equipes com mais opções, o comandante tem a seu favor o fato de se concentrar apenas no Brasileiro. Entretanto, sempre que puder, ele fará pequenas modificações na escalação para preservar os atletas mais desgastados.

“Planejamos isso com a comissão técnica e tentamos tomar uma decisão em conjunto para evitar lesões. O rendimento pode cair um pouco também, mas é importante para dar chance a outros jogadores”, disse Aguirre.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*