Copa Paulista, Esportes

Água Santa vence o Osasco por 2 a 0 e encosta no líder São Caetano

Água Santa vence o Osasco por 2 a 0 e encosta no líder São Caetano
Jogadores do Água Santa comemoram o gol de Uederson que abriu o marcador em Osasco. Foto: Reprodução/FPF

O Água Santa derrotou o Grêmio Osasco por 2 a 0 na noite desta sexta-feira (16), no estádio Prefeito José Liberatti, e continua na perseguição ao São Caetano na briga pela primeira posição do Grupo 4 da Copa Paulista. Uederson e Carlos Alberto marcaram os gols do Netuno na partida, válida pela nona e penúltima rodada da primeira fase.

Com a vitória obtida fora de casa, a equipe de Diadema soma 17 pontos, dois a menos do que o líder da chave. O Azulão, porém, pode garantir matematicamente a primeira posição se vencer o Santo André em dérbi regional marcado para este domingo, às 15h, no estádio Bruno José Daniel. O Grêmio Osasco é o lanterna, com sete.

O jogo começou com atraso de 15 minutos, mas o Água Santa não demorou para demonstrar sua superioridade sobre o adversário. Logo a um minuto, Genilson cobrou falta pelo lado esquerdo. Após bate-rebate, Fabrício chutou, mas a bola explodiu na defesa. Na sobra, Uederson acertou belíssimo chute da entrada da área e abriu o marcador.

Pressionado pela necessidade de vitória para seguir com chances de classificação, o Osasco foi à frente em busca do gol de empate, mas deixou espaços para os rápidos contra-ataques do Netuno. Em um deles, o lateral Denis Neves recebeu pelo lado esquerdo, invadiu a área e chutou, mas o goleiro Alyson defendeu.

O segundo gol do Água Santa saiu aos 37 minutos. Em um erro na saída de bola do Osasco, Carlos Alberto recebeu pelo lado esquerdo e chutou cruzado, de canhota, à esquerda de Alyson.

O Netuno ainda teve a chance de fazer o terceiro aos 41, novamente com Uederson, que recebeu em velocidade, livrou-se de dois marcadores, invadiu a área e chutou, mas a bola resvalou em Alyson e saiu para escanteio.

SEGUNDO TEMPO

Com boa vantagem no marcador, o técnico Fernando Marchiori aproveitou para mexer na equipe, com as entradas de Luan Dias e Romarinho nas vagas de Anselmo Tadeu e Carlos Alberto, respectivamente. Acomodado, o Netuno afrouxou a marcação e permitiu ao Osasco chegar duas vezes com João Victor, obrigando o goleiro Tomazzella a fazer boas defesas.

Com Maikinho no lugar de Jobinho, o Água Santa só voltou a chegar com perigo ao gol de Alyson aos 38 minutos, em cobrança de falta venenosa de Luan Dias pelo lado direito que o goleiro do Osasco espalmou para escanteio.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*