Esportes, Paulistão

Água Santa faz jogo de vida ou morte contra o Audax

Água Santa faz jogo de vida ou morte contra o Audax
Márcio Ribeiro: “É a semana mais apreensiva por se tratar da última”. Foto: Arquivo

Piores times do Campeonato Paulista da Série A2, Água Santa e Audax fazem hoje (17) confronto direto contra o rebaixamento. O “jogo dos desesperados”, válido pela 13ª e antepenúltima rodada da primeira fase, está marcado para as 15h, no Inamar.

Lanterna do campeonato, o Netuno tem sete pontos, enquanto o time de Osasco soma nove, uma posição acima. Os dois piores caem para a A3.

As campanhas das duas equipes fazem jus à posição que ocupam na classificação da Série A2. O Água Santa tem o pior ataque entre os 16 participantes, com apenas cinco gols marcados. O Audax, por sua vez, ostenta a pior defesa, com 21 gols.

O Netuno está há nove jogos sem vencer, dos quais quatro como mandante. O rival, por sua vez, obteve só uma vitória nos últimos oito jogos.

“É a semana mais apreensiva por se tratar da última. Temos treinado muito jogadas ensaiadas e bolas paradas. Estamos preparados para os jogos finais”, disse Márcio Ribeiro ao site da Federação Paulista de Futebol (FPF). Depois do Audax, o time de Diadema vai encarar Nacional (fora), na quarta-feira, e Internacional (casa), no sábado.

“É uma decisão. A equipe que fizer o resultado praticamente alcança seu objetivo de continuar na A2. Quem perder dificilmente escapa do rebaixamento”, prosseguiu.

A diretoria repete a promoção realizada para o jogo com o Oeste: o torcedor que for ao estádio com a camisa do Netuno, ou outra de predominância azul, entra de graça.

 

ÁGUA SANTA X AUDAX

Ár­bi­tro: Marcelo Aparecido de Souza. Estádio: do Inamar, em Diadema, às 15h.

ÁGUA SANTA

Matheus Nogueira; Baianinho, Neguete, Gabriel Limeira, Audálio e Wellington Saci; Matteus Santos, Derli e Nem; Roni (Lucas Gadelha) e Alex Gonçalves. Técnico: Márcio Ribeiro.

AUDAX

Jefferson Paulino; Anderson, Maurício, Adriel e Leo Bahia;  Marquinhos, Douglas Vargas, Léo Rocha e Denilson; Robert e Thiago Silvy. Técnico: Max Sandro.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*