Esportes, Paulistão

Água Santa bate o Nacional, deixa lanterna e respira na Série A2

Água Santa bate o Nacional, deixa lanterna e respira
O Água Santa, de Edson Sitta, conseguiu vitória improvável no Nicolau Alayon. Foto: Alê Viana/Divulgação/Nacional

O Água Santa fez, ontem (21), no estádio Nicolau Alayon, o que só conseguiu uma única vez durante as 13 primeiras rodadas do Campeonato Paulista da Série A2: vencer. Contra um time que ainda briga por vaga nas semifinais, o Netuno desencantou, derrotou o Nacional por 2 a 1 e deixou a zona do rebaixamento faltando uma rodada para o final da primeira fase.

Sem saber o que é vencer há dez jogos, o Água Santa somou três pontos e subiu para a 14ª posição, com 11 pontos, uma acima da zona do rebaixamento. Com isso, o time de Diadema depende apenas de suas forças para permanecer na Série A2 no próximo ano.

No próximo sábado (24), o Água Santa recebe o já eliminado Internacional de Li­meira às 15h, no Inamar, pre­cisando de uma vitória sim­ples para respirar aliviado.

O Água Santa abriu o pla­car aos 33 minutos do primeiro tempo. Em um con­tra-ataque pela esquerda, a bola foi alçada para dentro da área. Luan escorou para o meio e Alex Gonçalves completou quase dentro do gol.

O Nacional reagiu seis minutos depois, com Bruno Xavier, que foi lançado nas costas da defesa por Emerson Mi e deixou tudo igual.

O Água Santa voltou a ser mais eficiente no segundo tempo e, aos 19 minutos, Formiga – que acabara de entrar – aproveitou o bate-rebate dentro da área para empurrar a bola para gol.

O atacante foi expulso nos minutos finais, mas o Netuno soube segurar o resultado.

 

NACIONAL 1 X 2 ÁGUA SANTA

Gols: Alex Gonçalves, aos 33, e Bruno Xavier, aos 39 do 1º tempo. Formiga, aos 19 da 2ª etapa. Ár­bi­tro: Raphael Claus. Renda: R$ 4.480 (386 pagantes). Ex­pulsão: Formiga. Estádio: Nicolau Alayon, ontem.

NACIONAL

Maurício; Thiaguinho, Jeferson, Everton Dias e Caio Mendes; E. Claiton (Paraná), Naldinho (Vitor Braga), Thiago Santos e Emerson Mi; Bruno e Luís Henrique (Laécio). Técnico: Tuca Guimarães.

ÁGUA SANTA

Matheus; Genilson, Serginho, Audálio e Wellington Saci; Derli (Rafael Batista), Henrique Preissler, Edson Sitta e Luan Dias; Alex Gonçalves (Nem) e Roni (Formiga). Técnico: Márcio Ribeiro.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*