Esportes, Futebol

Agressivo no mercado, São Paulo projeta ainda mais reforços para o próximo ano

Agressivo no mercado, São Paulo projeta ainda mais reforços para o próximo ano
Repatriar Hernanes é um sonho do São Paulo. Foto: Rubens Chiri/SPFC

O São Paulo prometia ser mais agressivo no mercado do que nas últimas temporadas e, até agora, tem conseguido cumprir a promessa. Com o goleiro Tiago Volpi, anunciado no último domingo (23), já são quatro reforços antes mesmo de 2019 começar e a lista de contratações ainda deve aumentar.

Para efeito de comparação, o São Paulo terminou 2017 com apenas o goleiro Jean anunciado como reforço. Só nos primeiros dias de pré-temporada é que Diego Souza foi anunciado. Agora, além de Volpi, o clube investiu pesado para tirar Pablo do Atlético-PR e apostou nos jovens laterais Igor Vinicius e Léo.

Com um calendário mais apertado e competitivo no próximo ano, principalmente pela volta à Copa Libertadores, o São Paulo quer um elenco mais numeroso. Por isso, ao menos mais três posições devem ser reforçadas: a lateral direita, o meio e os lados do ataque.

Na lateral, a urgência é menor, embora Bruno Peres não tenha agradado até agora. A contratação de Victor Ferraz, do Santos, foi vista como boa oportunidade de mercado e, se melar, o clube não deve procurar outro ala para contratar.

A situação é diferente nas outras duas posições. Na ponta direita, Joao Rojas se recupera de grave lesão no joelho direito e o jovem Helinho ainda não tem a maturidade que os mata-matas da fase preliminar da Libertadores podem exigir. Por garantia, o São Paulo pensa em um nome mais consolidado para a função.

Para o meio, tanto um volante como um armador estão no planejamento. Willian Arão era o favorito para o primeiro papel, mas está perto de renovar com o Flamengo. Na criação, Hernanes é um sonho dos tricolores, que buscam concorrente para Nenê.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*