Brasileirão, Esportes

Agora dirigente, Renato pode ter desafio de negociar com campeões de 2002 pelo Santos

Campeão brasileiro em 2002, Renato agora está do outro lado do balcão quando for conversar com companheiros que conquistaram o emblemático título nacional pelo clube há 16 anos e que ain­da atuam profissionalmente. Tra­tados pelo presidente José Carlos Peres como “nomes inte­ressantíssimos” em recente en­tre­vista, o meia Diego e o atacante Robinho parecem estar na mira do clube, embora o agora ex-jogador tenha desconversado sobre a possibilidade de negociar o retorno de ambos.

Além disso, o status de ambos em seus times pode dificultar a transferência. Robinho, 34 anos, teve três passagens pelo Santos, a última delas encerrada em junho de 2015. O atacante está desde janeiro no Sivasspor, da Turquia, com contrato até o meio da temporada 2018/19. Soma oito gols marcados em 27 partidas disputadas pelo clube desde então e tem status de titular na equipe, a 12ª colocada no Campeonato Turco.

No último sábado, quando Renato se despediu dos gramados, Robinho foi um dos jogadores que exaltaram o volante nos vídeos exibidos na Vila Belmiro, no intervalo do triunfo santista por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Se Robinho teve dois retornos ao Santos após a sua primeira passagem, Diego não voltou mais ao clube da Vila Belmiro desde que foi para o Porto em 2004.

Atualmente, o meia está no Flamengo, tendo contrato até 31 de julho de 2019. Nesta reta final de temporada, chegou a perder a titularidade, mas a recuperou nos últimos compromisso do time no Brasileirão, inclusive na vitória sobre o Grêmio, na última quarta-feira.

Renato tratou a possibilidade de o Santos contratá-lo como especulação, mas também fez elogios a Diego.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*