Diadema, Política-ABC, Sua região

Advogado indicado a ouvidor da Defesa Social é ouvido na Câmara de Diadema

O advogado Ricardo André Barros de Moraes foi indicado pelo prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), para o cargo de Ouvidor Geral da Secretaria de Defesa Social. A indicação precisa de aprovação de maioria simples na Câmara e Moraes esteve na sessão de ontem (11) para apresentar seu currículo e tirar dúvidas dos parlamentares. O indicado era filiado à Rede em 2016, mas após o primeiro turno declarou apoio ao prefeito.

“A Ouvidoria não é o órgão que fiscaliza, mas sim, a corregedoria. A Ouvidoria é um poder previsto na lei, que determina um canal de comunicação direto da população com a Secretaria de Defesa Social para apurar questões éticas, administrativas e criminais, bem como sugestões e orientações”, explicou.

Na oposição, alguns parlamentares comentaram que informações davam conta que o ouvidor já estava exercendo a função, mesmo sem a aprovação da nomeação. “Não. Na verdade, a lei é bem clara, só pode ser ouvidor com aval da Câmara. Em nenhum momento estávamos lotados na secretaria. Não estou desempenhando função, nem trabalhando”, garantiu. O advogado explicou que apenas fez algumas visitas técnicas aos equipamentos, para conhecer o funcionamento das estruturas municipais.

Durante sua fala na tribuna, oposicionistas reiteraram que não havia nada que depusesse contra a sua pessoa, mas que iriam conversar entre si para deliberar sobre a votação. Extraoficialmente já há uma tendência de a indicação ser rejeitada em plenário, uma vez que a situação conta com a minoria das cadeiras. O presidente do Legislativo, Marcos Michels (PSB), minimizou, no entanto, a chance de reprovação. “Acho que a vinda do Ricardo aqui hoje serviu para esclarecer as dúvidas”, ponderou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*