Minha Cidade, Regional, Sua região

ABC inicia campanha de vacinação contra sarampo na próxima segunda com foco em crianças

Os postos de saúde do ABC vão iniciar na próxima segunda-feira (7), em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde e o Ministério da Saúde, a campanha de vacinação contra o sarampo, para alcançar crianças ainda não imunizadas contra a doença.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Até o dia 25 deste mês, as doses estarão disponíveis em todas as unidades de saúde da região para crianças a partir de seis meses e com menos de 5 anos. No sábado (19), haverá o “Dia D”, quando os postos de saúde estarão abertos para facilitar o acesso dos pais e responsáveis.

CALENDÁRIO

O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra varicela. Neste ano, os bebês com menos de 12 meses também devem receber a chamada “dose zero”, que não é contabilizada no calendário.

A vacina é contraindicada para bebês com menos de seis meses. A recomendação para os pais e responsáveis por crianças nessa faixa etária é evitar exposição a aglomerações, manter higienização e ventilação adequadas de ambientes, e sobretudo que procurem imedia­tamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença, como manchas verme­lhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal.

A Secretaria Estadual da Saúde também orientou que as salas de vacinação façam a triagem de crianças que tenham alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, para que estas recebam a dose feita sem esse componente.

O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) estadual rea­liza monitoramento contínuo da circulação do vírus. Neste ano, até o momento, há 5.411 casos confirmados no Estado. Na região, o CVE notabilizou até sexta-feira (4) 171 casos em Santo André; 171 casos em São Bernardo; 38 em São Caetano; 28 em Diadema; 107 em Mauá; 54 em Ribeirão Pires; e 2 em Rio Grande da Serra. Não houve registro de morte pela doença no ABC.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*