Esportes, Futebol

ABC estreia na Copinha tentando repetir 2003

Santo André conquistou o título da Copinha em 2003 ao derrotar o Palmeiras nos pênaltis no Estádio do Pacaembu. Foto: Arquivo

Representado mais uma vez por quatro equipes, o futebol do ABC estreia hoje (3) na Copa São Paulo de Futebol Júnior disposto a repetir 2003, quando o Santo André, na condição de azarão, ergueu a taça da competição ao superar o Palmeiras nos pênaltis, após empate no tempo normal da decisão realizada no lotado Pacaembu.

Será a primeira vez que o futebol do ABC terá três sedes no torneio sub-20. Anacleto Campanella, em São Caetano; Baetão, em São Bernardo, e Inamar, em Diadema, vão abrigar 18 partidas de hoje até a próxima segunda-feira, mas o número de jogos pode aumentar caso as equipes da região avancem às fases seguintes da competição.

O Azulão integra o Grupo 23 ao lado de Flamengo, São Bento e Central-PE. A estreia ocorre às 19h, contra o rival de Sorocaba – os times carioca (atual campeão) e pernambucano fazem o jogo de fundo, às 21h.

O São Bernardo, por sua vez, é o anfitrião do Grupo 21, que também tem Bahia, Fast-AM e Trindade-GO. A estreia do Tigre ocorre às 18h contra o time amazonense, enquanto baianos e goianos abrem a rodada dupla, às 16h.

Por fim, o Água Santa te­rá no Grupo 30 a companhia de Santo André, Porto-PE e Criciúma. Os dois time do ABC estreiam exatamente no dérbi regional, marcado para as 14h. Catarinenses e pernambucanos fazem o jogo de fundo às 16h.

“Nossa equipe está mais experiente em relação ao ano passado e preparada para encarar jogos difíceis. Queremos ter boa participação”, afirmou o técnico Marcio Griggio, que comandará o São Caetano pela terceira vez na competição. No ano passado, a equipe não passou da primeira fase.

Entre os selecionados pa­­ra a Copa São Paulo, o “Azulinho” terá alguns atletas que já atuaram pelo profissional do clube. São os casos dos meias Matheus e Nonato e do lateral Léo Pereira.

O Netuno, por sua vez, disputa a Copinha pela segunda vez. No ano passado, a equipe surpreendeu ao derrotar o Fluminense na fase de grupos e avançar aos mata-matas, mas acabou eliminado pelo Avaí. Será comandado em campo pelo o treinador Cristian Souza.

O Ramalhão levará à Copinha a base do time sub-20 que chegou às oitavas de final do Campeonato Paulista da categoria. Será comandado por Ari Mantovani.

Título invicto

Foi em 2003 que uma talentosa geração surgida no Bruno José Daniel silenciava o Pacaembu ao vencer o Palmeiras nos pênaltis e conquistava a Copa São Paulo. Esse título continua sendo, até os dias de hoje, a principal glória das categorias de base de um clube do ABC.

De forma invicta, os comandados de Geime Rotta deixaram para trás potências do futebol nacional como São Paulo, Botafogo e Vasco, além do próprio Verdão. Aquele time revelou jogadores como o atacante Nunes e o volante Richarlyson.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*