Copa do mundo, Esportes

À espera da ‘explosão’ de Mbappé, França encara o Peru

À espera da ‘explosão’ de Mbappé, França encara o Peru
Mbappé tem nova oportunidade de brilhar na Rússia. Foto: Divulgação/FFF

Apesar dos 19 anos, Ky­lian Mbappé é um dos jovens franceses mais pressionados no Mundial da Rússia.

Há dois anos, um dos parceiros de Neymar no PSG surgiu como uma das promessas do futebol. Porém, na última temporada, seu ímpeto caiu.
Na seleção nacional, ganhou o Campeonato Europeu Sub-19 em 2016. Marcou cinco gols e participou da histórica final em que a França goleou a Itália por 4 a 0.

Tornou-se titular no time principal do Monaco, onde ganhou o Francês na temporada 2016/17. Do Monaco, saiu para o PSG e, também de forma rápida, para as listas de convocação do técnico Didier Deschamps para as Eliminatórias da Copa.

Não foi titular em todos os jogos da campanha para a vaga na Rússia, mas ganhou espaço no ataque, ao lado de Griezmann, este sim titular e considerado o “chefe” da seleção, como disse o próprio Mbappé ao chegar à Rússia.

Em sua coluna no jornal L’Equipe, o ex-jogador Lizarazu, companheiro do atual técnico francês na conquista do Mundial de 1998, afirmou que a dupla de ataque francês tem tudo para ser a melhor deste verão na Rússia. Porém, as recentes atuações apagadas e os números de Mbappé no PSG o pressionam. No último Francês, o jogador fez 13 gols em 27 jogos.

“Aprendi misturando diferentes mundos”, disse o atacante antes da estreia da França no Mundial, quando o time bateu a Austrália por 2 a 1.
“Eu sou um camaleão, me adapto em qualquer lugar”, afirmou o jogador de origem camaronesa. Segundo Mbappé, ao trocar o mundo conhecido do Monaco para outro, de superestrelas em Paris, já cresceu bastante. Por isso, o fato de chegar sob pressão à Copa, mesmo jovem, não o assusta.

Como não brilhou na estreia, Mbappé terá nova oportunidade hoje, às 12h, contra o Peru em Iekaterinburgo. Uma vitória dos europeus praticamente os colocam nas oitavas de final da competição, o que significa mais tempo para o ataque da França engrenar.

TUDO OU NADA

Do lado do Peru, que voltou ao Mundial após 36 anos, uma nova derrota praticamente deixa o time sul-americano fora do Mundial. Na estreia, a equipe de Cueva e Guerrero caiu diante da Dinamarca, por 1 a 0, após criar várias oportunidades.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*