Política-ABC, Santo André, Sua região

A empresários, Grana promete recuar de aumento no vale-transporte

Grana afirmou que foi induzido ao erro por sua equipe. Foto: Eberly Laurindo

Candidato à reeleição, o prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), afirmou, ontem (19), que voltará atrás da decisão de aumentar o valor do vale-transporte pago por empresas de R$ 3,50 para R$ 4,50, em eventual recondução ao comando do Paço. O petista afirmou que foi “induzido ao erro” por sua equipe à época do reajuste – anunciado em julho do ano passado. Na ocasião, a administração justificou o aumento como forma de subsidiar a gratuidade de estudantes.

“Vou acabar com essa diferença entre o vale-transporte e preço da passagem. Estou assumindo esse compromisso. Não vou aceitar o setor de transporte se sobrepondo aos interesses da cidade”, afirmou Grana, citando suposta tentativa de “golpe” por parte da Expresso Guarará, que protocolou pedido de paralisação das atividades às vésperas do primeiro turno. As linhas operadas pela empresa foram assumidas pela Suzantur no início do mês, por meio de contrato emergencial.

Durante sabatina com empresários, realizada na sede da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Santo André, na Vila Pires, o petista também ameaçou suspender as ciclofaixas de lazer, como forma de conter gastos em possível segundo mandato. Além da queda de arrecadação, a prefeitura enfrenta grande volume de dívidas com precatórios (total de R$ 1,5 bilhão) e fornecedores.

“Todos os governos estão apertados e vamos ter que diminuir gastos com a prefeitura. Algumas áreas terão diminuição de investimentos ou de atividades. Quando o projeto da ciclofaixa chegou para mim veio com promessa de patrocínio. Tenho uma decisão clara, que já foi comunicada à empresa que faz a organização da ciclofaixa: se não tiver 100% de patrocínio, vamos suspender a ciclofaixa de lazer no domingo. É uma pena e vai prejudicar as pessoas que usam, mas é uma forma de diminuir custos”, declarou. Outra medida para redução de gastos prometida pelo prefeito é o corte de horas extras e de cargos comissionados.

Qualificação 

Com agenda apertada devido a compromisso político com o prefeito eleito na Capital João Dória (PSDB), o candidato Paulinho Serra (PSDB) fez breve apresentação de propostas ao grupo de empresários que integra o ABC Mais Empreendedor. Na ocasião, o tucano reafirmou proposta de “qualificação” dos gastos públicos e corte de desperdícios, por meio da redução da máquina pública.

“Essa equação de receita e despesa será o primeiro desafio. Santo André perdeu 40% de sua produção industrial e precisamos fazer algo em relação a isso, mas no início temos que trabalhar com o dinheiro que temos. As duas últimas gestões faliram a cidade, que está cheia de dívidas”, afirmou, mencionando ainda passivo estimado em R$ 3,3 bilhões do Serviço de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) junto à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). “Vamos ter que fazer um grande esforço para equalizar isso”, sustentou. Paulinho também voltou a prometer o Poupatempo do empreendedor, a informatização na prefeitura e a Controladoria Geral do Município (CGM).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*