Minha Cidade, Regional, Sua região

30% dos furtos e roubos de veículos do Estado ocorrem no ABC

Dos furtos e roubos de veículos ocorridos em São Paulo durante 2017, quase um terço, 29,48%, foram registrados nos sete municípios do ABC. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP). O Estado conta com 645 municípios.

Durante o ano foram registradas 172.559 ocorrências no Estado, das quais 50.883 na região. O número do ABC, na comparação com os crimes ocorridos em 2016, apresentou queda de 5%. No ano anterior, foram 53.566.

O especialista e consultor em Segurança Pública, José Vicente da Silva Filho, afirmou que é preciso uma atuação mais próxima e articulada entre as polícias Civil e Militar para combater esse tipo de crime. “É uma questão de gestão. Precisa acompanhar mês a mês, semana a semana, os índices dos crimes, mapear onde e em que horários ocorrem, para então pensar em estratégias e ações”, declarou.

“O que diminuiu o crime é a resposta das polícias. O aumento só ocorre no vácuo deixado pelas autoridades”, destacou o especialista. Silva Filho também afirmou que, embora a segurança pública seja atribuição do Estado, as prefeituras podem colaborar, melhorando a iluminação das vias, por exemplo.

30% dos furtos e roubos de veículos ocorrem no ABC

A reportagem do Diário Regional solicitou entrevista com o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) de Segurança do Consórcio Intermunicipal do ABC, coronel Carlos Alberto, para falar sobre as ações coordenadas para a área de segurança pública na região, mas o gestor informou que os dados deveriam ser comentados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

“O GT Segurança Pública discute temas como ações e protocolos comuns entre os municípios consorciados, mediação de conflitos na área de segurança pública e iniciativas de conscientização da população e de prevenção à violência. O grupo também busca fortalecer o caráter intermunicipal, preventivo e comunitário das guardas civis municipais (GCMs), com a regionalização do processo de formação, de educação continuada e de requalificação de guardas civis por meio de cursos desenvolvidos no Centro Regional de Formação em Segurança Urbana (CRFSU). Além disso, o grupo articula a integração regional das GCMs com os agentes de trânsito, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícias Civil e Militar”, informou a assessoria do colegiado.

 

Detecta

O governo do Estado mantém em funcionamento, desde 2014, o programa Detecta, sistema de monitoramento inteligente que integra bancos de dados das polícias paulistas. No sistema estão conectados dados do Registro Digital de Ocorrência (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da PM, Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.

Segundo a SSP, atualmente, há 4.476 leitores de placas em pelo menos 1.895 pontos de todo o Estado. Mauá conta com 19 leitores de placas, Santo André, 41, e São Caetano tem 52 equipamentos, totalizando 112. Diadema é conveniada do programa desde 31 de janeiro deste ano, o qual está em fase de implementação por parte da prefeitura. Com auxílio do Detecta, de 2014 a 2018 foram presas em flagrante 960 pessoas, interceptados 647 veículos roubados e apreendidas 72 armas de fogo na Região Metropolitana São Paulo.

 

Combate ao crime

Em relação ao  número  de furto e roubo de veículos no ABC, a SSP destacou que as polícias Civil e Militar realizam ações constantes para combater esses crimes. “Na comparação entre os anos 2016 e 2017 houve queda de 9,5% nos índices de furto e roubo de veículo na soma dos sete municípios que pertencem à região. No ano passado, 6.410 veículos foram recuperados no ABC e 6.941 pessoas foram presas em flagrante”, informou por nota.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*