Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Fernando Henrique critica pedidos de expulsão de Aécio; tucanos de São Bernardo aprovaram por unanimidade

Fernando Henrique critica pedidos de expulsão de Aécio
Diretório tucano de São Bernardo aprovou pedido de expulsão. Foto: Divulgação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reagiu à pressão feita por lideranças do PSDB ligadas ao governador João Doria, pela expulsão do partido o deputado Aécio Neves (MG), após a abertura de ação penal contra ele na Justiça Fe­deral de São Paulo, no início do mês. Em mensagem publicada no Twitter, FHC ressaltou que o PSDB tem estatuto e código de ética a serem seguidos, e afirmou que “jogar” filiados “às feras”, sem aguardar uma decisão judicial, é “oportu­nismo sem grandeza”.

A manifestação de FHC ocorre um dia depois do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, engrossar o coro pela expulsão de Aécio. A jornalistas, Covas chegou a afirmar que era “ou ele ou eu” no partido.

É dos diretórios municipais das duas maiores cidades paulistas, São Paulo e São Bernardo, que parte a pressão mais forte pelo desligamento de Aécio – ambos já aprovaram pedidos de expulsão. A preocupação é que o desgaste da imagem de Aécio respingue na campanha do ano que vem.

No diretório tucano de São Bernardo, a ação foi comandada pelo prefeito Orlando Morando, integrante da executiva nacional do PSDB, e a deputada estadual Carla Morando, líder do partido na Assembleia paulista

Segundo Orlando, a iniciativa do partido por enquanto se concentra em Aécio, e não em outros tucanos alvos da Justiça porque o deputado mineiro é mais conhecido, por ter sido candidato à presidência em 2014. “Aécio causou os maiores danos à imagem do partido”, disse Morando.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*