Diadema, Política-ABC, Sua região

Prefeitura de Diadema consegue aprovação para regularização fundiária da Vila Socialista

Prefeitura de Diadema consegue aprovação para regularização fundiária da Vila Socialista
Ocupação na Vila Socialista teve início na década de 1990. Foto: Mauro Pedroso/PMD

A Prefeitura de Diadema conseguiu a aprovação para regularização fundiária do Conjunto Habitacional Vila Socialista, que beneficiará mais de 500 famílias. “Estamos muito felizes em efetivar a regularização fundiária na Vila Socialista. Essa é a primeira etapa. Em breve faremos a regulari­zação em todo Conjunto Habitacional”, destacou a secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano do município, Regina Gonçalves.

Como o Conjunto Habitacional Vila Socialista pertence à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), do Estado de São Paulo, a instituição é o responsável por entrar com o processo de regularização no cartório de Registro de Imóveis de Diadema, para obter as matrículas individuais de cada beneficiário.

A regularização fundiária na Vila Socialista integra o Programa Casa Legal da Prefeitura de Diadema, que já beneficiou mais de 20 mil pessoas e, até 2020, serão 130 mil pessoas contempladas pelo projeto.

HISTÓRICO

A ocupação na Vila Socialista teve início na década de 1990. O nome foi escolhi­do pelos moradores e tem relação com o histórico de lutas do movimento de moradia com o poder público estadual, que na época ganhou destaque nacional.

Após mais de 20 anos sem nenhuma melhoria no local, em 2015 a Prefeitura de Diadema realizou obras de infraestrutura e melh­orias no Conjunto Habitacional da Vila Socialista, com recapeamento, implementação de sistema de drenagem para captação de água da chuva e instalação de lixeiras.

“A regularização fundiá­ria vem coroar um processo de batalhas enfrentadas pelos moradores. Estive no início dessas lutas enquanto técnica da Habitação à época e hoje como secretária e me sinto realizada em poder fechar esse ciclo”, destacou Regina Gonçalves. (

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*