Últimas Notícias

Projeto com o Tiro de Guerra de Santo André mira educação ambiental e arborização urbana

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) começou mais uma edição do projeto Agentes Ambientais Comunitários com os jovens do Tiro de Guerra da cidade. O projeto é uma ampla ação de educação ambiental que oferece palestras, visitas e atividades sobre água, esgoto e arborização para grupos organizados. Este ano, pelo segundo ano consecutivo, cerca de 100 jovens do TG serão beneficiados. A iniciativa ainda terá um mutirão de plantio de centenas de mudas nativas da Mata Atlântica no bairro Parque Marajoara, que será realizado em setembro.

A primeira ação do projeto foi realizada na última sexta-feira (17), com  palestra sobre arborização urbana. O objetivo foi apresentar os benefícios do cultivo e da preservação de árvores para a saúde e o meio ambiente, espécies naturais do país e práticas adequadas para um plantio saudável, feito de forma planejada.

“Esse projeto é muito bem-vindo porque a gente cultiva na cabeça dos jovens a responsabilidade que eles precisam ter com o meio ambiente durante toda a vida. Além disso, com o conhecimento adquirido, eles retransmitem a importância de a gente manter vivas a nossa fauna e flora”, disse o subtenente Cristiano Sales da Silva, que tem 23 anos de Exército Brasileiro e é o atual chefe de instrução do TG de Santo André.

As próximas atividades, que acontecem até o fim de outubro, envolvem visitas dos integrantes do Tiro de Guerra ao viveiro do Parque do Pedroso, às Estações de Tratamento de Água e de Esgoto do Semasa, trilha na Vila de Paranapiacaba, sensibilização ambiental com moradores do Parque Marajoara, além de palestras sobre os temas que serão discutidos.

A ação de maior impacto do projeto ocorre no dia 21 de setembro, data em que é comemorado no Brasil o Dia da Árvore.  O Semasa e os jovens militares, em parceria com a Prefeitura de Santo André, vão plantar centenas de mudas de árvores no Parque Marajoara.

O fim do projeto está marcado para 26 de outubro, com uma cerimônia sobre as ações desenvolvidas e a entrega de certificados aos jovens militares como forma de reconhecê-los como agentes ambientais comunitários e pelo exercício da cidadania ambiental na cidade.

Um comentario

  1. Otimo projeto aprovado

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*