Diadema, Política-ABC

Audiência pública na Câmara de Diadema discute violência contra a mulher

Audiência pública na Câmara de Diadema discute violência contra a mulher

Por Danielle Moraes especial para o DR

A Câmara de Diadema realizou nesta terça-feira (14) audiência publica para discutir o aumento do feminicídio e a violência contra a mulher.

O vereador Márcio Paschoal  Junior (PV) propôs a audiência, juntamente com Marilza Nagasawa, coordenadora de Politicas Públicas da Prefeitura de Diadema, Renata Cruppi, titular da Delegacia de Defesa da Mulher da cidade, e  Luciene Rosa Santana, coordenadora da Casa Beth Lobo,  que presta atendimento a mulheres em situação de violência doméstica.

Renata Cruppi destacou que  mulher, quando está em situação de violência,  pensa primeiramente nos filhos, na família e inclusive no agressor,  não pensa em si. “A mulher sente que é obrigação dela manter a união de todos. Quando  nos procura,  precisa ser acolhida da melhor forma possível. Precisamos olhar para ela como parceira e mostrar que  não está sozinha”, afirmou.

Marilza afirmou que é essencial desenvolver projetos de prevenção ao feminicídio. “Escolhemos este tema porque tinha que ser debatido aqui, em Diadema. O feminicídio é um crime evitável, precisamos deste fortalecimento para desenvolver novos projetos”, pontuou.

Marcio Junior afirmou que está disposto a levar este debate para a próxima sessão, hoje (16), com os vereadores.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*