Arte & Lazer, Literatura

Cantora de Diadema tem sua história contada em livro

Cantora de Diadema tem sua história contada em livro
Jane: “Fiquei muito lisonjeada em ter a minha história no livro”. Foto: Mauro Pedroso/PMD

A trajetória da cantora diademense Jane Oliveira, entre a carreira estruturada no mundo corporativo e o sonho de viver de música, colocado em prática, é uma das 24 histórias de mulheres que compõem o livro “Histórias Inspiradoras de Mulheres Reais”, da Luciana Sato. A obra contém, ainda, depoimentos de seis homens  e seu lançamento integra as atividades de comemoração do segundo aniversário da Rede Héstia, comunidade de acolhimento de mulheres da qual Jane Oliveira faz parte.

“Fiquei muito lisonjeada em ter a minha história no livro. Ele contém relatos de mulheres e homens que compartilham suas buscas e histórias inspiradoras para outras pessoas”, diz a cantora que se descobriu fazendo música aos 14 anos e não mais parou de compor. “Eu sou filha de metalúrgico com uma costureira. Eu lembro que, desde muito cedo, escutava minha mãe cantar enquanto costurava, e sua voz, muito linda, me chamava atenção . Com certeza, isso ajudou a despertar meu lado de cantora”, revela.

Cearense de Senador Pompeu, Jane Oliveira veio morar em Diadema quando tinha um ano e meio. Morou no Campanário, Eldorado e hoje tem sua casa na região central da cidade. Estudou em escola pública, formou-se em Letras, fez pós- graduação em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional, mas sempre em paralelo atuou com música.  Até julho de 2018, atuou profissionalmente no ambiente empresarial, quando resolveu optar pela música e viver dela.  “Em 2017,  gravei um CD autoral independente, o ‘Ancorei’, e aí ficou difícil conciliar a atividade profissional e a música.  Eu decidi de vez pela minha carreira de cantora”, disse.

Divulgando seu trabalho, Jane Oliveira já se apresentou no Sesc de Fortaleza, cantou em casas da região do ABC, centros culturais de Diadema e também no Shopping Praça da Moça, durante a Maratona Cultural 2018, promovido pela Secretaria de Cultura de Diadema. Em 2017, fez vários shows em Cabo Verde, na África Ocidental, e, em maio próximo, se prepara para gravar um single, com outra música de sua autoria, “Rainha”, que fala da força da mulher.

Na agenda da cantora, mais duas apresentações programadas. Em novembro próximo, Jane canta em San Rafael, Argentina, onde receberá o prêmio Internacional Ibero-americano “El Nevado Solidario de Oro 2019”. O prêmio é uma criação do governo argentino em reconhecimento a atuação de pessoas, como agente social, no âmbito do trabalho solidário. Em dezembro, ela se apresenta na cidade de Bogotá, Colômbia.

Para ouvir algumas canções  do CD “Ancorei” e conhecer mais sobre o trabalho musical de Jane Oliveira, a cantora fará apresentação no próximo 10 de maio, no Recad em Diadema (Rua Oriente Monti, 201, Centro), na comemoração de 28 anos da fundação da Casa Beth Lobo. O espaço municipal recebe e acolhe mulheres vítimas de violência.

Serviço

Lançamento: Histórias Inspiradoras de Mulheres Reais, da Luciana Sato

Quarta-feira (17),  19h

Avenida Indianópolis, 602, São Paulo.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*