Minha Cidade, Santo André, Sua região

Estado inicia atendimento 24 horas no 6º DP de Santo André

Estado inicia atendimento 24 horas no 6º DP de Santo André
Doria prometeu iniciar obras do piscinão Jaboticabal até o final deste ano. Foto: Divulgação/GESP

O governador João Doria (PSDB) inaugurou neste sábado (13) o atendimento 24 horas do 6° Distrito Policial de Santo André, localizado na rua Sigma, na Vila Mazzei. Também foi anunciado o lançamento da central de videomonitoramento da prefeitura, que irá compartilhar imagens com as polícias Civil e Militar, além da Guarda Civil Municipal.

Na ocasião, foram entregues 1.092 títulos de propriedade a moradores do núcleo habitacional Capuava, em Santo André, por meio do programa Cidade Legal. Com a documentação entregue pelo governo do Estado, as famílias passam a ser efetivamente proprietárias de seus imóveis.

Durante o evento, Doria também anunciou o início das obras do piscinão Jaboticabal, em São Bernardo. “Uma boa notícia para a região: conseguimos a aprovação do governo federal para ter, finalmente, o piscinão do Jaboticabal. É uma reivindicação de quase duas décadas e, até o final deste ano, as obras devem começar. Em dois anos, esse piscinão estará funcionando, minimizando o efeito das chuvas na região”, disse. 

Para o atendimento 24 horas do 6° DP, além do efetivo existente, houve remanejamento de 21 policiais plantonistas do 4° DP, que terá as ocorrências da área, no período noturno, atendidas pelo 6° DP. A unidade é responsável pela área mais populosa do município e, com o novo horário de funcionamento, mais de 350 mil pessoas serão beneficiadas. Além da delegacia, o 1° e 2° DPs de Santo André possuem atendimento ininterrupto. Ao todo, o município conta com seis DPs.

O 6º DP existe desde 1974 e registra média de 350 mil ocorrências por mês. Para o atendimento ininterrupto, o prédio do distrito passou por reformas no valor de R$ 818 mil, investidos pela prefeitura municipal.

A central de videomonitoramento de Santo André também terá atendimento 24 horas e funcionará no prédio da prefeitura. A central vai compartilhar imagens com as polícias Civil e Militar, além da Guarda Civil municipal, e contará com mais de 250 novas câmeras nos próximos seis meses, integradas ao programa Detecta e ao Rastro. 

O Detecta é um sistema de monitoramento inteligente e o maior big data da América Latina, integrando banco de dados das polícias paulistas. Em Santo André, existem 28 leitores de placas conveniados com o programa – que, apenas em abril, fizeram mais de 130 mil leituras. O Rastro foi criado pelo governo federal para integrar as políticas de rastreamento do país, formando um sistema de gestão integrada de identificação, planejamento e controle.

CIDADE LEGAL

O processo de regularização de imóveis na cidade teve início em 2017 e, até o momento, já foram emitidos 5 mil títulos de propriedade de moradias em Santo André. Outras 4 mil famílias estão com documentação em cartório e aguardam a conclusão do processo para emissão dos títulos. 

A regularização do núcleo Capuava recebeu investimentos de R$ 205 mil da Secretaria de Estado da Habitação. Uma consultoria técnica apoiou o processo legal e burocrático para emissão dos títulos. O serviço envolveu trabalhos de vistoria, diagnóstico, regularização e cadastro social nos loteamentos, acelerando as etapas burocráticas em órgãos municipais e cartórios.

“Hoje (sábado) entregamos 1.092 títulos de regularização fundiária. Essa é a terceira ação em 102 dias de governo. Nosso objetivo é, ao longo de quatro anos, bater o recorde na entrega de títulos de propriedade fundiária, garantindo cidadania às pessoas. Isso porque, quando elas têm o título, têm a propriedade e assim recebem todos os serviços: da Sabesp, de energia elétrica, coleta de lixo e, evidentemente, têm a valorização de seu imóvel”, afirmou Doria.

O núcleo Capuava, situado no Parque Capuava, tem área de 90.135 m², população de 30.830 habitantes e nasceu da ocupação ocorrida no final da década de 1970, sobre áreas públicas e particulares. O bairro, já urbanizado, agora está regularizado. No total, o programa Cidade Legal atua, em parceria com a Prefeitura de Santo André em 147 núcleos.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*