Esportes, Futebol, Paulistão

Água Santa e Santo André iniciam luta por acesso no sábado

Água Santa e S.André iniciam luta por acesso no sábado
Melhor equipe da Série A2, o Água Santa de Celsinho vai decidir o acesso no Inamar. Foto: Michael Sanches/Água Santa

Água Santa e Santo André começarão a decidir, no próximo sábado (13), o acesso à elite do Campeo­nato Paulista em 2020. A pri­meira partida será realiza­da às 15h no estádio Bruno José Daniel, e o jogo de volta está marcado para o dia 21, um domingo, às 11h, no Inamar.

Datas e horários das semifinais da Série A2 foram definidos ontem, du­rante Con­selho Técni­co reali­zado na sede da Fede­ra­ção Paulista de Fu­tebol (FPF).

Os dois duelos entre os ri­vais do ABC terão promoção do Programa Futebol Sustentável, da FPF, que permite a troca de garrafas PET por ingressos. O número de bilhetes e os locais de troca serão anunciado hoje.

Na outra semifinal, o Internacional recebe o XV de Piracicaba no próximo sábado, às 19h, no estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira. O jogo de volta será realizado uma semana depois, no mesmo horário, no Barão de Serra Negra.

Assim como ocorreu na fase anterior, todos as partidas terão transmissão do canal Sportv.

Os critérios são os mesmos das quartas de final. Como têm as melhores campanhas entre os classificados às semifinais, Água Santa e XV de Piracicaba fazem o pri­meiro jo­go fora de casa e decidem o aces­so diante de suas torcidas. Em caso de igualdade no pla­car agregado, a vaga na elite se­rá decidida nos pênaltis.

O Netuno avançou às se­mi­finais com dupla vitória sobre o Taubaté – 5 a 0 no Vale do Paraíba, na última quarta-feira, e 2 a 0 no Inamar, no sábado.

O Ramalhão, por sua vez, precisou dos pênaltis para ob­ter sua vaga após perder o jogo de ida para o Rio Claro no Brunão por 1 a 0, na quarta-feira, e dar o troco (2 a 1) no jogo de volta, no sábado, no Schmidtão.

TERCEIRO ACESSO

Além de decidir o título da Série A2, os dois finalistas terão vaga assegurada na elite paulista no próximo ano. Há ainda a possibi­lidade de que o time de me­lhor campanha entre os eliminados nas semifinais tam­bém ob­tenha o acesso. A chance se deve à anunciada fusão entre Bragantino e Red Bull Brasil, o que abriria uma vaga na elite em 2020.

 

Semifinais reúnem maiores vencedores da história da Série A2, com 12 títulos

Três dos maiores vence­do­res da história da Série A2 do Campeonato Paulista disputam o título da edição deste ano, bem como os dois acessos à elite em 2020.
Maior vencedor da Série A2, o XV de Piracicaba ostenta cinco taças. O Nhô Quim foi o primeiro a vencer a competição, em 1947, e repetiu a dose no ano seguinte, quando inaugu­rou o acesso e, enfim, chegou à elite estadual. Voltou a ganhar a segunda divisão paulista em 1967, 1983 e 2011.

Segundo maior vencedor, com quatro títulos, o Santo André er­gueu a taça da Série A2 pela primeira vez em 1975 e repetiu a dose em 1981, 2008 e 2016.

O Internacional conquistou a Série A2 três vezes, assim co­mo Araçatuba, América, Ferro­viária e Noroeste. A equipe de Limeira ganhou a primeira taça em 1978 e repetiu o feito em 1996 e 2004.

Um dos clubes de ascensão mais rápida na história recente do futebol paulista, o Água Santa debutou no futebol profissional em 2013 e chegou à elite em apenas três anos, mas ainda não conquistou títulos.

De volta à Série A2 em 2017, o Netuno chegou às semifinais naquele ano, salvou-se do rebaixamento à Série A3 nas últimas rodadas em 2018 e, na edição deste ano, tem a melhor campanha.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*