Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

S.Bernardo realiza ações voltadas à conscientização sobre autismo

A Prefeitura de São Bernardo realizou ao longo da semana programa de conscien­tização e orientações em alusão ao ao “Dia Mundial de Conscientização ao Autismo” celebrado em 2 de abril. Pa­lestras, rodas de conversa, piquenique e uma passeata foram realizados para pacientes e familiares que são atendidos no Centro Especia­lizado em Reabilitação (CER) e no Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS I).

“Estamos empenhados em tratar as doenças com singularidade e sempre incentivando os pacientes a frequentarem as unidades de saúde. Só assim, conseguiremos diagnósticos precoces e tratamentos mais eficazes para os nossos doentes. Queremos melhorar, cada vez mais, o atendimento, oferecendo sem­­pre respeito e qualidade de vida”, destacou o prefeito Orlando Morando (PSDB).

S.Bernardo realiza ações voltadas à conscientização sobre autismo
Giovana é atendida por equipe multiprofissional no CER. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

O autismo é um transtorno que afeta o sistema nervoso e prejudica a capacidade de comunicação e interação. Segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), uma a cada 160 crianças é diagnosticada com a síndrome. São Bernardo realiza cerca de 3.700 atendimentos por mês no CER e no CAPS I a pacientes autistas.

“Infelizmente, ainda existe muito preconceito em relação ao autismo. É uma síndrome pouco falada e que pode ter vários níveis, do leve ao gravíssimo. Cada paciente tem a sua singularidade e uma forma de compreender o mundo. Ainda não sabemos o que provoca a deficiência. Porém, sabemos que os pacientes diagnosticados necessitam de muito apoio e compreensão”, explicou a psicóloga do CER Silmara Castro.

Apoio que a pequena Giovana de 5 anos encontrou no grupo “Vir a Ser”, do Centro Especializado em Reabilitação. Na unidade, a paciente é assistida por uma equipe multiprofissional, composta por médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, entre outros. “Minha filha ama este lugar. Sabe o dia das consultas e faz questão de escolher a própria roupa. Além do tratamento médico, a Giovana recebe aqui dentro uma dose extra de amor e carinho”, disse Fabrício Araújo Santos, pai de Giovana. Além da criança, os pais também são acolhidos no CER, com proposta de tratamento integrado.

ESTRUTURA
São Bernardo conta com ampla rede de saúde mental, composta por nove Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), oito residências terapêuticas, uma unidade de Pronto Atendimento Psiquiátrico, um Núcleo de Trabalho e Arte (Nutrarte) e o programa “Remando Pela Vida”. Por mês são realizados 16 mil atendimentos.

Além disso, todas as 34 Unidades Básicas de Saúde (UBS) possuem atendimento psicológicos e atendimento psiquiátrico, através de matriciamento, realizado por médicos generalistas.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*