Copa do Brasil, Esportes

Corinthians perde para o Ceará, mas avança

Corinthians perde para o Ceará, mas avança
O Corinthians, de Clayson, teve atuação apagada em Itaquera, mas avançou. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians perdeu para o Ceará por 1 a 0 ontem (3), em Itaquera, sofreu nos minutos finais, mas garantiu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil por causa da vitória por 3 a 1 no jogo de ida, em Fortaleza (CE). O gol adversá­rio foi marcado pelo centroa­vante Roger, que passou pelo Parque São Jorge no ano passado, mas não deixou saudades ao torcedor do time paulista.

A emoção e a dose de sofrimento vieram após a expulsão de Cássio, aos 18 minutos do segundo tempo. Até então, era um jogo de dar sono. Porém, o goleiro teve de salvar com as mãos, fora da área, um recuo de bola errado de Ralf. Com um a menos, a equipe se fechou em seu campo de de­fesa, levou bola na trave, viu Walter salvar duas vezes e só depois respirou aliviado.

O time de Fábio Carille agora aguarda pelo sorteio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para conhecer seu próximo adversário da Copa do Brasil. O elenco folga hoje e, depois, se concentra para a partida de volta com o Santos, segunda-feira, pelas semifinais do Campeonato Paulista. O jogo de ida foi 2 a 1 para o Corinthians.

Apesar da vantagem obtida na primeira partida, Carille optou por colocar a formação titular, mas ninguém parecia muito a fim de jogar futebol. Vagner Love teve mais uma atua­ção discreta, Gustavo pouco pegou na bola e Clayson teve lampejos de bom futebol.

Os primeiros minutos enganaram. O Corinthians chegou a encurralar o adversário e quase abriu o placar com Clayson, que acertou a trave. O Ceará, aos poucos, foi entrando no jogo e assustou em duas oportunidades. Primeiro, em chute de fora da área de Chico, que saiu por cima. Na sequência, mandou para as redes, mas Tiago Alves cabeceou em posição de impedimento.

A partida ficou equilibrada, mais aberta. O Corinthians, então, retomou seu velho estilo, se fechou no campo de defesa e passou a ir ao ataque somente no erro do adversário. Foi assim que Fagner fez boa jogada pela direita e cruzou. Gustagol cabeceou dividindo com o zagueiro e Vagner Love por pouco não completou para as redes.

O Ceará viu que poderia ir para cima e passou a dominar o jogo. Foram inúmeros cruzamentos na área, mas sem a presença de um centroavante para marcar. Gustagol quase deu uma ajuda e desviou chute perigoso contra a meta de Cássio, mas a bola saiu por cima

BOBEIRA

A segunda etapa estava de dar sono até Ralf bobear e recuar mal a bola para Cássio. Ricardo Bueno dominou e o goleiro corintiano salvou com as mãos fora da área. Levou cartão vermelho. Clayson, que já tinha cartão amarelo, deu lugar a Walter. Os torcedores acordaram nas arquibancadas, passaram a apoiar.

O time do Corinthians recuou completamente e tratou de se defender. Felipe Sobral assustou Walter com uma bomba de fora da área, que acertou a trave. Na sequência, Roger entrou e se antecipou a Henrique para mandar de cabeça para as redes. Walter ainda espalmou chute de fora da área para garantir a classificação.

 

CORINTHIANS 0 X 1 CEARÁ

Gols: Roger, aos 42 minutos do 2º tempo. Ár­bi­tro: Rafael Traci (PR). Expulsão: Cássio. Renda: R$ 1.241.132 (34.639 pagantes). Estádio: Arena Corinthians, ontem à noite.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Henrique, Marllon e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza (Ramiro); Vagner Love, Gustavo (Boselli) e Clayson (Clayson). Técnico: Fábio Carille.

CEARÁ

Richard, Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Carleto; Fabinho, Juninho e Ricardinho (Wescley); Felipe Baxola (Felipe Sobral), Chico (Roger) e Ricardo Bueno. Técnico: Lisca.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*