Uncategorized

Parlamento britânico rejeita acordo do Brexit pela 3ª vez

Os deputados britânicos rejeitam o acordo do Brexit pela terceira vez nesta sexta-feira, 29, dia em que o país deveria deixar a União Europeia (UE) segundo o plano inicial. O texto negociado pela primeira-ministra Theresa May com Bruxelas teve 344 votos contrários e 286 votos favoráveis – eram necessários ao menos 320 votos para aprovar o texto -, o que aumenta as incertezas sobre o futuro do país.

O rechaço ao acordo de May coloca o país diante da perspectiva de um Brexit sem acordo dentro de duas semanas ou da necessidade de solicitar outra prorrogação a Bruxelas.

Minutos após a divulgação de mais um revés para a premiê britânica, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, convocou uma reunião do organismo para o dia 10 de abril, a fim de discutir os cenários futuros da saída britânica da União Europeia.

Uma porta-voz da Co­missão Europeia afirmou que um Brexit sem acordo no dia 12 de abril se transformou em um “cenário provável”. “O cenário de um Brexit sem acordo em 12 de abril agora é provável”, disse a porta-voz do organismo comunitário, completando que os países europeus se preparam para essa possibilidade desde dezembro de 2017. “A UE permanecerá unida.”

Antes da votação desta sexta, o plano do Brexit havia sido rejeitado em outras duas ocasiões: 15 de janeiro, quando teve 202 votos a favor e 432 votos contrários, e em 12 de março, quando 242 deputados apoiaram May e 391 se posicionaram contra a primeira-ministra.

DEMISSÃO

A primeira-ministra afirmou que está disposta a se demitir caso os conservado­res venham a apoiar o acordo do Brexit. “Estou preparada para me demitir antes do que pretendia, de forma a fazer o que está certo pelo nosso país e pelo nosso partido”, disse. As propostas rejeitadas se referiam à revogação do Brexit e realização de outro referendo, além de apoiar o acordo e ratificar a proposta de Norway plus, que manteria o Reino Unido no mercado único da União Europeia.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*