Minha Cidade, Ribeirão Pires, Sua região

Mulheres vítimas de violência contam com novo espaço para assistência em Ribeirão Pires

Prefeitura de Ribeirão Pires inaugura Coordenadoria da Mulher no CREAS
Secretaria de Assistência Social e Cidadania promoveu nesta terça-feira cerimônia de entrega da Coordenadoria da Mulher. Foto: Mariana Rodrigues/PMETRP

A Prefeitura de Ribeirão Pire entregou nesta terça-feira (26) a Coordenadoria da Mulher. O novo espaço, situado no  Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), disponibiliza equipe técnica para o apoio psicológico e assistência social às mulheres em situação de violência.

“Entregamos mais um importante instrumento para o fortalecimento das políticas públicas de proteção às moradoras e de promoção da igualdade de gênero, trabalho que realizamos alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, dentro da Agenda 2030. Na Coordenadoria, garantimos melhor estrutura para as ações de nossas equipes, com acolhimento humanizado e suporte às mulheres dentro do recém-lançado Fluxo de Atendimento às Vítimas de Violência”, destacou o prefeito  Adler Teixeira, o Kiko (PSB).

O CREAS é uma unidade pública da política de Assistência Social que atende famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados – à Rua Batista Lion, 108 – Centro; atendimento de segunda a sexta, das 8h às 17h.

“A gestão ouviu as demandas do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher e do Coletivo Mulheres na Trincheira e entendeu a necessidade da criação de políticas públicas eficazes no enfrentamento à violência contra a mulher. A união das mulheres e a participação de toda a sociedade é extremamente importante no combate à violência e no apoio dado às vítimas”, afirmou a secretária de Assistência Social e Cidadania, Elza Iwasaki.

O serviço da Coordenadoria da Mulher também integra o novo Fluxo de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência, apresentado pelo município no último dia 19, durante as comemorações de aniversário da cidade e celebrações do Dia Internacional da Mulher.

O Fluxo está alinhado ao Plano de Governo, seguindo princípios da Agenda 2030 da ONU, atendendo também à demanda do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher e do Coletivo Mulheres na Trincheira. A proposta é integrar e mobilizar serviços já existentes no município, buscando a humanização do atendimento às moradoras, além de promover o diagnóstico e políticas públicas eficazes no combate a esse tipo de violência.

O Fluxo compreende rede de serviços em assistência social, saúde, educação, segurança, atendimento ao trabalhador (PAT) e o Conselho Tutelar – identificados como principais portas de entrada das demandas de diversos tipos, entre as quais violência física, psicológica, patrimonial, emocional e sexual.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*