Esportes, Futebol, Paulistão

Santos tenta abrir vantagem contra sensação Red Bull

Santos tenta abrir vantagem contra sensação Red Bull
Sampaoli criticou dirigentes devido ao atraso nos salários. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Em seu pior momento na temporada, o Santos dá largada hoje (23), às 19h30, ao mais importante desafio no Campeonato Paulista: o mata-mata. No Pacaembu, o time vai receber o Red Bull Brasil, a sensação da primeira fase, para tentar abrir vantagem no confronto válido pelas quartas de final.

O time de Campinas, aliás, roubou do Santos a melhor campanha do Paulistão ao somar 27 pontos e liderar o Grupo A, o mesmo do Peixe, assegurando a vantagem de jogar no Moisés Lucarelli o duelo marca­do para a próxima terça-feira.

Também contribuiu a queda de rendimento do Santos nas rodadas finais, tanto que o time não fez sequer um gol nos últimos três compromissos no Paulistão e ainda sofreu dura derrota (4 a 0) para o Botafogo, na última quarta-feira. Assim, ficou com 23 pontos, em segundo lugar na sua chave e em terceiro na classificação geral.

Para piorar o cenário, a sequência negativa do Santos se deu no mesmo período em que a diretoria deixou de pagar os salários de fevereiro do elenco – o que, inclusive, provocou críticas públicas do técnico Jorge Sampaoli aos dirigentes e ainda um desabafo do capitão Victor Ferraz contra comentários que ligaram a queda de rendimento do time aos atrasos.

“Podemos vencer sem receber os salários. Uma coisa que eu não sou é mercenário”, afirmou o capitão santista.

Assim, o Santos entrará em campo pressionado pelo princípio de crise e também para não correr o risco de ser eliminado precocemente no Paulistão, o que seria seu segundo fracasso em 2019, pois o time caiu logo na primeira fase da Copa Sul-Americana.

Sampaoli segue com proble­mas para escalar o Santos. Cueva, Soteldo e Derlis González foram convocados para defen­der Peru, Venezuela e Paraguai, respectivamente, nas datas Fifa de março. Além disso, Lucas Veríssimo foi expulso na derrota para o Botafogo e cumprirá suspensão automática.

Ao menos o volante Alison se recuperou de um corte no pé e estará de volta à equipe.

O Red Bull Brasil vem de dez jogos consecutivos sem derrota, com oito vitórias e dois empates, além de ter o melhor ataque da competição, com 19 gols marcados.

 

SANTOS X RED BULL

Ár­bi­tro: Douglas Marques das Flores. Estádio: do Pacaembu, em São Paulo, às 19h30. TV: Sportv.

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan; Alison, Pituca, Jean Lucas, Carlos Sánchez e Jean Mota; Rodrygo. Técnico: Jorge Sampaoli.

RED BULL BRASIL

Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Jobson, Uillian Correia e Tubarão; Claudinho, Ytalo e Roberson. Técnico: Antonio Carlos Zago.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*