Esportes, Futebol, Paulistão

Zagueiro Luiz Felipe reconhece salário atrasado no Santos, mas minimiza problema

Zagueiro Luiz Felipe reconhece salário atrasado no Santos, mas minimiza problema
Luiz Felipe: “Não considero isso um atraso ou problema”. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O zagueiro Luiz Felipe admitiu ontem (18) que o Santos atrasou o pagamento dos salários de fevereiro dos jogadores da equipe – que, na última sexta-feira, decepcionou ao ser derrotada por 1 a 0 pelo Novo­rizontino, no Pacaembu, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

“Desde quando eu cheguei (ao clube), poucas vezes atrasou (o pagamento dos salários). Do ano passado para cá, não recordo de ter atrasado alguma vez. Neste mês atrasou alguns dias só, até porque tivemos vários feriados no início do mês. Em princípio, (os dirigentes) ti­nham falado que seria (pago) até sexta-feira, mas aconteceu um imprevisto”, afirmou o defensor em en­trevista coletiva no CT Rei Pelé, minimizando em seguida a importância do fato. “Não considero isso um atraso ou um problema. Atrasou alguns ‘dias normais’ e a diretoria já deve estar acertando neste início de semana.”

A direção santista havia prometido quitar os salários atrasados de fevereiro até a última sexta-feira, justamente o dia em que o time foi superado pelo Novorizontino.

Por causa da derrota para o Tigre de Novo Horizonte, o Santos deixou a liderança do Grupo A do Paulistão e o topo geral da competição, postos agora ocupados pelo Red Bull Brasil – que, na última sexta-feira, derrotou o São Bento por 3 a 2, em Campinas.

Ao comentar o revés sofrido no Pacaembu, Luiz Felipe disse que “a derrota liga um alerta” e enfatizou que “agora é uma fase em que não há margem de erro” para o Santos. “Temos de corrigir o que erramos para que, no mata-mata, a gente não volte a cometer esses erros.”

O time fecha a participação na primeira fase contra o Botafogo, em Ribeirão Preto.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*