Esportes, Futebol, Paulistão

São Caetano tem 81% de chances de rebaixamento

São Caetano tem 81% de chances de rebaixamento
Derrota para a Ferroviária tornou rebaixamento do São Caetano quase irreversível. Foto: Reprodução/AFE

A derrota do São Caetano por 2 a 0 para a Ferroviá­ria, na última sexta-feira, e o empate por 1 a 1 entre Mirassol e Botafogo, no domingo, praticamente de­­cretaram o rebaixamento do Azulão no Campeo­na­to Paulista. Segundo o site Chance de Gol, o time do ABC tem 81,1% de possibilidade de se juntar ao São Bento e disputar a Série A2 em 2020.

Após a 11ª e penúltima ro­dada do Estadual, quatro times ain­da correm o risco de degola. Com sete pontos, o São Caetano é certamente o mais ameaçado, mas ainda podem ser rebaixados Botafogo, com oito pontos e 15,9% de chances de queda; Mirassol (dez pontos, 1,8%) e Bra­gantino (dez pontos, 1,2%).

Com os resultados deste fim de semana, o Azulão se vê na obrigação de derrotar o São Paulo amanhã (20), no estádio Anacleto Campanella. Além disso, o time do técnico Pintado precisa contar com o revés de ao menos um de seus três adversários na bri­ga contra o rebaixamento.

Esse tropeço pode ser o empate do Botafogo contra o Santos, em Ribeirão Preto; a derrota do Mirassol para o Oeste, em Barueri, ou a derrota do Bragantino para o já rebaixado São Bento, em Sorocaba. Todos os jogos começam às 21h30.

DECISÃO

São Caetano e São Paulo en­frentara-se pela última vez no ano passado, nas quartas de final do Paulistão. No Anacleto Campanella, o Azulão saiu vito­rioso por 1 a 0, mas o Tricolor deu o troco (2 a 0) no jogo de volta – marcado por falha do goleiro Paes – e avançou às semifinais.

A partida de amanhã terá caráter de decisão. Se, de um lado, o São Caetano precisa vencer para permanecer na eli­te, o Tricolor depende dos três pontos para se garantir nos ma­ta-matas sem depen­der de tropeço do Oeste contra o Mirassol em Barueri.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*