Uncategorized

Alcolumbre minimiza efeito de pedidos de impeachment de ministros do STF

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), minimizou o efeito dos pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) recebidos na Casa. “Não está no radar. Uma crise institucional agora não fará bem ao Brasil”, disse Alcolumbre após reunião com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

A pressão contra ministros do STF aumentou após a Corte decidir, na semana passada, que cabe à Justiça Eleitoral julgar casos de corrupção quando há conexão com crimes eleitorais. O resultado foi criticado por integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Durante a semana passada, o Supremo foi alvo de ataques nas redes sociais. Na quinta, o ministro Dias Toffoli, presidente do STF, anunciou a abertura de inquérito criminal para apurar fatos relacionados a notícias “falsas”, denúncias caluniosas, ameaças e infrações que atingem a honra de membros do STF e seus familiares.

No Senado, a CPI da “Lava Toga”, que mira no chamado “ativismo judiciário” de ministros de cortes superiores, conseguiu na sexta-feira o número de assinaturas necessárias para ir adiante.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*