Economia, Notícias

No dia da posse de deputados, trabalhadores da Ford protestam em frente à Assembleia

No dia da posse de deputados, trabalhadores da Ford protestam em frente à Assembleia
Trabalhadores defenderam boicote aos produtos da Ford. Foto: Adonis Guerra/SMABC

Os trabalhadores da fábrica da Ford em São Bernardo fize­ram manifestação ontem (15) em frente à Assembleia Legis­lativa de São Paulo, pouco antes da cerimônia de posse dos deputados estaduais. O objetivo foi chamar a atenção dos parlamentares para a luta pelos empregos na montadora, que anunciou no dia 19 de fevereiro o fechamento da unidade.

“Os trabalhadores na Ford têm de ser respeitados. O Sindicato (dos Metalúrgicos do ABC) já esteve aqui conversando com o presidente da Assembleia e teve a garantia de que os deputados estão conosco nessa mobilização”, destacou Adauto de Oliveira, membro do Comitê Sindical na Ford.

O deputado Teonilio Monteiro da Costa, o Barba (PT), reforçou o apoio aos traba­lhadores e adiantou que vai lu­tar pela instalação de Comis­são Parlamentar de Inquérito (CPI) das isenções fiscais.

“Nos últimos cinco anos foram concedidos mais de R$ 7 bilhões em isenções pa­ra a Ford na Bahia. A empre­sa também recebeu R$ 5 bi­lhões em empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvol­vimento Econômico e Social) para fazer investimento, par­­ticipou do Inovar-Auto, ob­teve vários benefícios e in­centivos. Antes de 2013, recebeu mais isenções de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) e IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Se fizermos a conta já da mais de R$ 20 bi­lhões”, calculou Barba.

“Temos de transformar es­­sa luta em um escândalo nacional. Agora receber todo esse dinheiro e fechar uma unidade como esta é um crime”, reforçou Barba.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*