Política-ABC, São Caetano do Sul

Câmara aprova contas de Auricchio rejeitadas em 2015

Câmara aprova contas de Auricchio rejeitadas em 2015
Com maioria pró-Auricchio, Câmara deu aval aos gastos do tucano. Foto: Divulgação/CMSCS

A Câmara de São Caetano aprovou, na noite desta terça-feira (12), as contas do prefeito José Auricchio Junior (PSDB) referentes ao exercício de 2012, último ano de seu segundo mandato. A contabilidade é a mesma que o Legislativo rejeitara em 2015.

Por 15 votos a quatro, a Casa deu aval ao projeto de decreto legislativo apresentado pela Comissão de Finanças e Orçamento, que opinava pelo aprovação dos gastos do tucano, a despeito do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que reprovou o balanço. A sessão foi tumultuada.

A rejeição das contas, em 2015, quase tornou Auricchio inelegível. À época, o então prefeito Paulo Pinheiro, adversário do tucano, tinha maioria na Casa.

O tucano só conseguiu se candidatar em 2016 graças à batalha travada na Justiça para anular a sessão na Câmara que reprovou seus gastos. Auricchio alegou que não teve possibilidade de defesa no Legislativo.

No final do ano passado, o tucano pediu ao TCE a revisão do parecer, mas o órgão manteve o posicionamento contrário às contas. O balanço retornou à Câmara, mas agora Auricchio tem maioria na Casa e contou, inclusive, com vereadores que, em 2015, votaram pela sua rejeição.

LICENÇA

A Casa também aprovou o projeto de resolução que concede licença ao vereador Caio Funaki (PEN) no período de 19 de março a 16 de abril , além do projeto da vereadora Suely Nogueira (MDB) que altera a lei que instituiu o Dia do Médico no município.

 

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*