Política-ABC, São Caetano do Sul, Sua região

Vereador de São Caetano oficia ENEL para melhorias nos serviços de distribuição e restabelecimento de energia

Vereador de São Caetano oficia ENEL para melhorias nos serviços de distribuição e restabelecimento de energia
“Cobrei a necessidade de sanar com celeridade a interrupção no fornecimento de energia elétrica em nossa cidade”, destacou Oliva.

O vereador de São Caetano César Oliva (PR) notificou a ENEL – Concessionária de Distribuição de Energia Elétrica de São Paulo, sobre a dificuldade que os munícipes têm encontrado para restabelecer a energia elétrica, não só nas vias públicas, mas principalmente em suas residências, acarretando na perda de alimentos e medicamentos (insulinas, entre outros que necessitam de refrigeração), além das perdas significativas dos comerciantes.

“Conversei diretamente com o diretor de relações institucionais, Marcos Mesquita, que falou em nome do presidente da Anel, e cobrei a necessidade de sanar com celeridade a interrupção no fornecimento de energia elétrica em nossa cidade”, destacou Oliva.

Segundo o vereador, em resposta a ENEL informou que devido à intensidade dos últimos vendavais e chuvas, chegou-se a um pico de 800 mil pessoas sem rede na região, o que representa 10% das conexões da Anel – situação semelhante registrada em 2011.  Em São Caetano do Sul houve o registro de queda de mais de 150 árvores, só no primeiro vendaval.

A concessionária também informou que colocou 260 equipes na rua para restabelecer todo o fornecimento entre o terceiro e quarto dia de crise. Em médio prazo e ressaltou para a importância de um programa de parceria com o município para o manejo e poda de árvores.

“Mais uma vez, fica minha cobrança junto a prefeitura para que se adquira um aparelho de ultrassom para avaliarmos a saúde das árvores, e substituir as comprometidas de forma legal e fundamentada em laudo para evitar danos e riscos aos munícipes, sempre respeitando a compensação prevista em lei,  dando assim suporte e condições para que a diretoria do Meio Ambiente e seus profissionais possam atuar no manejo e poda das árvores”, pontuou.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*