Economia, Notícias

Mercedes-Benz inaugura nova linha de produção 4.0 em São Bernardo

Mercedes-Benz inaugura nova linha de produção 4.0 em São Bernardo
Linha de montagem ganhou tecnologias de automação da quarta revolução industrial. Foto: Reprodução/MBB

Nove dias depois de a Ford anunciar o fechamento da fábrica de São Bernardo, a Mercedes-Benz inaugurou nesta quinta-feira (28) nova linha de montagem de cabines 4.0 na unidade do ABC.

Fruto de investimento de R$ 100 milhões, a linha de montagem ganhou tecnologias de automação da quarta revolução industrial e oferece, segundo a empresa, mais flexibilidade e velocidade na produção e mais ergonomia e segurança para os funcionários.

A modernização da unidade de São Bernardo integra o pacote de R$ 2,4 bilhões em investimentos no Brasil para o período 2018-2022, anunciado pela montadora em outubro de 2017.

Fortemente atingida pela crise econômica, que provocou a demissão de cerca de 5 mil trabalhadores, a Mercedes-Benz vem se preparando desde 2017 para ciclo mais intenso de produção de caminhões.

Em dezembro do ano passado, a empresa anunciou a contratação de até 600 trabalhadores temporários para as plantas do ABC e de Juiz de Fora (MG), dos quais 400 ingressariam na empresa em janeiro e os demais, em abril, acompanhando a expansão do mercado.

Também no final do ano passado, a companhia anunciou a retomada do segundo turno da produção de caminhões depois de quatro anos operando em apenas um turno.

“Em 2018, depois de três anos de crise muito severa, o mercado de caminhões cresceu 50% no Brasil, mas está muito aquém do que produzimos nos anos de 2013 e 2014. Porém, (esse crescimento) nos permitiu ampliar a capacidade de São Bernardo. Retomamos o segundo turno, contratamos no início do ano e, agora, inauguramos nova linha de montagem apostando que teremos recuperação daqui para frente”, disse ao canal Globo News o presidente da Mercedes-Benz, o alemão Philipp Schiemer.

A inauguração ocorre nove dias depois de a Ford anunciar, em comunicado, o fechamento da fábrica de São Bernardo e o encerramento da produção de caminhões. A unidade do ABC era a única do grupo que produzia caminhões no mundo.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*