Exposição

Fotógrafo do ABC apresenta exposição de fotos na Espanha

Fotógrafo do ABC apresenta exposição de fotos na Espanha
Foto: Marcos Sanchez

A Universidade de Salamanca, na Espanha abriu nesta semana a exposição fotográfica  “Arquitetura Colonial Brasileira (1500-1822)”, com 40 imagens do fotógrafo Marcos Sanchez, do ABC. As fotos selecionadas concorreram com mais de cem outras inscrições na convocatória que o Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Salamanca realiza através de seu programa anual de Residência Artística.

As fotografias que formam a exposição em Salamanca foram tiradas em janeiro de 2016 e junho de 2017 na cidade de Paraty, Rio de Janeiro, em setembro de 2017 na cidade de Diamantina e em 2018 na cidade de Tiradentes ambas em Minas Gerais e, por fim ainda em 2018, em Salvador, na Bahia.

As  imagens retratam, nas quatro cidades, suas ruas de pedra e o estilo Colonial presente em suas fachadas. Entretanto, as construções do Pelourinho, com paredes coloridas e molduras brancas nas portas e janelas, se diferenciam das outras três cidades, que têm, em comum, edifícios com paredes brancas e cores variando nos batentes das portas e nas janelas das casas.

Marcos Sanchez, engenheiro eletrônico de formação, iniciou na fotografia como  forma de registrar as suas viagens. Mas em 2012, com sua entrada no Fotoclube ABCclick, aperfeiçoou sua técnica e linguagem visual, alcançando participação e prêmios em Salões de Fotografia, diversos outros concursos e convocatórias pelo Brasil.

Sanchez afirma que a “engenharia ficou no passado” sendo que agora ele se dedica a desenvolver imagens para o mercado de decoração e impressão Fine Art. O fotógrafo também ministra cursos de fotografia e tratamento de imagens, e atua como colaborador exclusivo da iStock/Getty Images.

A exposição pode ser visitada na Sala de Exposições, com entrada livre, no Palácio de Maldonado, Plaza de San Benito, 1 – em Salamanca, Espanha, aberta até 15 de março de 2019.

Marcos Sanchez afirma que quer ainda fotografar outras cidades históricas brasileiras como Ouro Preto, Mariana e Congonhas, todas em Minas Gerais, e Pirenópolis, em Goiás; ou Olinda, em Pernambuco. “Sem dúvida, esse trabalho está apenas começando, mas, mesmo assim, essas imagens permitem que qualquer visitante desta exposição na Espanha aprecie a beleza e o bom estado de preservação de uma parte significativa da arquitetura do período colonial brasileiro, através de meus olhos e do tratamento de imagens em que privilegiei as cores e características dessas cidades do Brasil”, destaca Sanchez.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*