Economia, Notícias

Morando chama de ‘covardia’ decisão da Ford de fechar fábrica em São Bernardo

Morando chama de 'covardia' decisão da Ford de fechar fábrica em São Bernardo
Morando: “sempre respeitamos aqueles que geram empregos, por que agir assim?”. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), reagiu com indignação à decisão da Ford de fechar a fábrica da cidade e encerrar a produção de caminhões no país, anunciada nesta terça-feira (19).  O fechamento da planta, que ocorrerá ao longo deste ano, representa demissão de 2.800 trabalhadores.

“São 2.800 famílias (afetadas) diretamente e outras duas mil indiretamente, famílias que mereciam uma chance de reagir. Isso é uma covardia”, disse o prefeito, em nota enviada à imprensa. “Sempre apoiamos o trabalhador de verdade, sempre respeitamos aqueles que geram empregos. Por que agir assim?”, questionou.

Assim que soube da notícia pela imprensa, Morando procurou o presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters. Houve contato também com o gabinete do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Nos dois casos, o prefeito aguarda o retorno.

Segundo comunicado da empresa, o fechamento da unidade faz parte das ações da Ford para obter “retorno à lucratividade sustentável de suas operações na América do Sul”.

MANENTE

O deputado federal Alex Manente (PPS) afirmou, no plenário da Câmara, que vai atuar para impedir o fechamento da fábrica. “Trabalharemos para que isso não se concretize. Não podemos permitir que tenhamos mais desemprego em uma região que já sofre muito”, afirmou.

“Não vamos aceitar esse fechamento. Vamos trabalhar para que isso possa ser revertido e garantir o emprego de milhares de pessoas nessa região importante da indústria automotiva”, completou Manente.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*