Arte & Lazer, Teatro

Diário Regional e Tom Brasil contemplam leitores com ingressos para ‘Rose a doméstica do Brasil’

O Diário Regional e o Tom Brasil vão distribuir ingressos para o espetáculo “Rose a doméstica do Brasil” que ocorrerá no próximo dia 17.

Para participar é muito fácil. Basta enviar mensagem para o Whats­App (11) 99676-8526, com o título desta matéria.

Os três primeiros leitores que enviarem a mensagem serão contemplados com par de ingressos, que deverão ser retirados na sede do jornal, em Diadema. Os contem­plados serão contata­dos pelo grupo e os nomes serão divulgados no site.

O ESPETÁCULO

Rose é uma mulher batalhadora que ficou famosa por se tornar a doméstica dos gays,depois que postou seu vídeo na internet cantando “Grelo”, paródia de “Halo”, da consagrada cantora pop Beyoncé. No espetáculo ela relembra sua história antes de ficar famosa: a infância, seus filhos, suas desilusões amorosas e um sonho com seu ídolo Amado Batista, contados com muita música ao vivo.

“Rose apresenta uma narrativa simples e descontraída, como se estivéssemos falando com uma velha conhecida que entre uma espanada e outra, um sonho e outro, divide conosco o seu mundo”, diz a diretora, Adriana Soares.

Rose poderia ser Maria, Joana, Helena, Cláudia e tantas outras mulheres brasileiras. Rose é o retrato da dona de casa do interior mineiro com seus conflitos e problemas típicos de mãe: filhos, marido, casa, dentre tantos outros. Rose é empregada doméstica, mas suas ideias fora do comum de sua cidade e amigos a fizeram se especializar em um tipo inusitado de faxina: começou a fazer sucesso e trabalhar apenas na casa de gays. Lindsay Paulino, intérprete da personagem, conta que o primeiro vídeo de Rose foi feito para os amigos e sem pretensão alguma de fazer sucesso. Porém, a personagem foi crescendo, outros vídeos foram criados e ela se tornou muito conhecida na internet, o que refletiu em seu sucesso nos palcos e, posteriormente, na TV.

A história é inventada, mas é tudo verdade.

Sempre tendo como referência a infância, a família, os vizinhos e vários outros personagens que cruzam nossas vidas e nunca mais deixam nossa imaginação, Lindsay Paulino e a diretora Adriana Soares, entre risos escandalosos e profunda identificação com a Rose, enveredaram em descobrir o rumo para onde estas estórias iriam levar.

“Rose apresenta uma narrativa simples e descontraída, como se estivéssemos falando com uma velha conhecida que entre uma espanada e outra, um sonho e outro, divide conosco o seu mundo”, diz Adriana. “O espetáculo “Rose, a doméstica do Brasil”, com certeza já estava pronto na cabeça do ator-criador Lindsay Paulino, que com coragem, muita dedicação e confiança deu à personagem, que já existe há tanto tempo, ainda mais sentido e forma.”

Serviço – ROSE A DOMÉSTICA DO BRASIL

Unica apresentação: dia 17 de fevereiro  (domingo), às 18 horas.

Tom Brasil, R. Bragança Paulista, 1281 – Várzea de Baixo, São Paulo

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*