Minha Cidade, Sua região

João Doria anuncia mais quatro Batalhões de Ações Especiais de Polícia; um será em São Bernardo

Decreto foi assinado nesta sexta-feira, no Palácio dos Bandeirantes; Baep instalado na cidade atenderá todo o ABC, com previsão de inauguração para abril. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

O governador João Doria (PSDB) assinou nesta sexta-feira (8) decreto de criação de mais quatro Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) no Estado. As novas unidades deverão entrar em funcionamento na primeira quinzena de abril. Além de São Bernardo, o governador autorizou a instalação em mais três cidades: Presidente Prudente, São José do Rio Preto e no centro da Capital.

A implementação do Baep de São Bernardo deverá ocorrer em 12 de abril, data em que João Doria completará 100 dias de governo. O equipamento tem caráter regional e atenderá as demais cidades do ABC. “Levaremos uma força especial padrão Rota, com atendimento regionalizado de forma integrada. Isso, sem dúvida, melhorará a sensação de segurança do cidadão”, afirmou o governador.  Além de São Bernardo, o governador autorizou a instalação em mais três cidades: Presidente Prudente, São José do Rio Preto e no centro da Capital.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), enfatizou a importância do novo batalhão na região. “O Baep será implementado em São Bernardo, mas é um equipamento regional, que irá atender a todo o ABC. Trata-se de um importante avanço institucional, pois este efetivo atenderá demandas de alto risco em toda a região. Agradeço, mais uma vez, o respeito que o governador tem demonstrado à nossa cidade, autorizando mais um equipamento que levará mais segurança às pessoas”, afirmou.

O novo equipamento ficará instalado na Avenida Redenção, no Centro, onde também será implantado o primeiro Centro de Operações Integradas de Combate ao Crime (COICC) de São Paulo, que, além do Baep, abrangerá as operações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, além da Guarda Civil Municipal (GCM) e Defesa Civil Municipal e Estadual.

UNIDADES

Os Baeps foram criados para combater o crime de maneira mais ostensiva no Estado. Nas unidades especializadas, as equipes atuam de forma semelhante aos padrões do policiamento de choque.  Cada batalhão terá entre 265 a 295 PMs, contando com 30 viaturas e um ônibus. Além dos Baeps já anunciados, há mais cinco em funcionamento, distribuídos em Campinas, Santos, São José dos Campos, Barueri e na zona leste da Capital. No total, o Governo pretende instalar 17 unidades no Estado.

“Todos os policiais que vão atuar no Baep passarão por treinamento no Comando de Policiamento de Choque com o padrão Rota, para o patrulhamento tático, gerenciamento de crise, negociações com reféns, busca e apreensão de artefatos explosivos, patrulha em locais de risco, ações táticas especiais, controle de multidões e policiamento em manifestações”, disse Doria.

O efetivo a ser empregado nessas novas unidades passará por treinamento sob coordenação e aplicação do Comando de Policiamento de Choque (CPChq). Serão aplicadas disciplinas específicas do treinamento das Rondas Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota), 2º Batalhão de Choque, 3º Batalhão de Choque, Comandos e Operações Especiais (COE) e Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate).

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*