Esportes, Futebol

Incêndio no CT do Flamengo deixa dez mortos e três feridos

Incêndio no CT do Flamengo deixa dez mortos e três feridos
Local onde ficavam os alojamentos dos jogadores da base ficou totalmente destruído. Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

Um incêndio deixou dez mortos e três pessoas feridas no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio, na madrugada desta sexta-feira (8). Segundo os bombeiros, dez pessoas morreram e outras três foram levadas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. O alojamento abrigava adolescentes que jogavam nos times de base do Flamengo.

Os bombeiros foram acionados às 5h17 da manhã e, por volta das 7h, as chamas foram controladas. De acordo com suspeitas iniciais, cogitadas por jogadores e até pelo vice-governador Cláudio Bomfim de Castro e Silva, a explosão de um aparelho de ar-condicionado teria sido a causa do incêndio.

Castro e Silva afirmou, no entanto, que ainda é cedo para dizer se houve problema no aparelho ou na corrente elétrica. Técnicos da Light estiveram esta manhã no local para assessorar a perícia. O caso está sendo investigado pela 42.ª Delegacia de Polícia, do bairro Recreio dos Bandeirantes.

O CT do Flamengo não tinha a documentação regularizada junto ao Corpo de Bombeiros. Segundo a corporação, o local não possuía o Certificado de Aprovação (CA), documento que atesta que a instalação está de acordo com a legislação vigente no que diz respeito a dispositivos contra incêndio.

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militares do Rio de Janeiro (CBMERJ), que ressaltou, contudo, que isso não significa que o CT não fosse seguro. “Importante esclarecer que a não existência do CA não significa, por si só, que o local não possuía os dispositivos, e sim que não era aprovado pelo CBMERJ”, ressaltou a corporação.

Os bombeiros informaram ainda que o CA “não se trata de alvará de funcionamento (documento exigido para estabelecimentos comerciais) ou habite-se (para imóveis residenciais). Estes documentos são emitidos pela Prefeitura (do Rio de Janeiro)”, mas que o documento faz parte de um processo de legalização de edificações que envolve outros órgãos.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou o adiamento das semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Mais tarde, onformou que os duelos Flamengo x Fluminense e Vasco x Resende serão realizados no próximo meio de semana.

Jogadores e ex-atletas do Flamengo lamentaram o incêndio. “Que notícia triste. Oremos por todos. Força, força e força”, escreveu Vinicius Junior. O atual jogador do Real Madrid foi revelado na base do Flamengo e estava acostumado a treinar no Ninho do Urubu, tanto com a base quanto com o time profissional. “Só de lembrar as noites e dias que passei no CT, é de arrepiar. Ainda sem acreditar, mas em oração por todos. Que Deus abençoe a família de cada um”, declarou o jogador de 18 anos.

Também formado na base do Flamengo, Lucas Paquetá publicou mensagem junto a uma faixa de luto nas redes sociais. “Que Deus conforte o coração de todos”, desejou o meia-atacante, atualmente no Milan.

Zico, ídolo da torcida formado nas bases do clube carioca, trabalha no Japão e também lamentou o ocorrido. “Que tragédia essa com a base do Flamengo… Que choque receber essa notícia aqui do outro lado do mundo. Que tenha sido uma fatalidade. Que Deus conforte os familiares que perderam seus filhos, netos, irmãos, sobrinhos, enfim, parentes”, escreveu Zico, nas redes sociais.

“Meninos que sonhavam com um futuro em suas vidas e em ajudarem suas famílias. Que se apure tudo pois uma tragédia dessas não pode passar em branco. Que a nação rubro-negra tenha força e fé para superar esse momento”, completou o ex-craque, na postagem feita pelo Instagram.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*