Economia, Notícias

GM confirma nova família de veículos para países emergentes

GM confirma nova família de veículos para emergentes
Imagem mostra silhueta de novo veículo da General Motors. Foto: Divulgação/GM

A General Motors anunciou, ontem (11), o lançamento de nova família de veículos de alto volume de produção e baixo custo destinada, principalmente, aos mercados da América do Sul e da China.

A estreia da nova família de­ve ocorrer em março, na China. A montadora revelou que, nos primeiros 13 meses de produção, serão lançados cinco tipos de carroceria, com oito variações regionais.

A nova família será com­pos­ta de modelos das marcas Che­vrolet e Buick, entre os quais sedãs e utilitários esportivos (SUVs). A GM estima que, até 2020, os novos produtos vão representar um em cada dez automóveis vendidos pela empresa no mundo. A aposta é que esses veículos corresponderão a 75% das vendas da montadora na Améri­ca do Sul e 20% na China.

Em dezembro do ano passado, a GM informou que promoverá 11 lançamentos este ano no Brasil. Acredita-se que ao menos dois desses modelos devem integrar a no­va família revelada ontem: as novas gerações dos compactos Onix (hatch) e Prisma (sedã), ambos produzidos na unidade de Gravataí (RS).

A nova família vai incluir ainda a nova geração do SUV compacto Tracker, que dei­xa­rá de ser importado do México e passará a ser produzido na fábrica de São Caetano.

Atualmente, a Gene­ral Motors produz no ABC a versão mais barata e de visual antigo do Onix, chamada Joy, além do sedã Cobalt, da minivan Spin e da picape Montana.

A empresa informou ain­da que a nova família é resultado do plano de investimentos anunciado em 2015. No Brasil, o aporte previsto é de R$ 13 bi­lhões entre 2014 e 2020, dos quais R$ 1,2 bilhão foi destina­do à modernização da fábrica de São Caetano.

No ABC, os recursos estão sendo empregados na construção de um novo prédio, com incorporação de novas tecnologias e equipamentos (dentro do conceito de manufatura 4.0) e que vão permitir ampliar a capacidade produtiva da fábrica de 250 mil para 330 mil veículos/ano.

QUARENTA PAÍSES

Posteriormente, a nova fa­mília de veículos vai chegar a 40 diferentes países. “Os novos modelos vão oferecer visual atrativo, elevada eficiência energética e excelente dirigibilidade, além das mais avançadas tecnologias de conectividade e segurança, muitas delas inéditas em seus respectivos segmentos”, disse em nota o presidente da GM, Mark Reuss.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*