Saúde e Beleza

Prefeitura de São Bernardo investe em Saúde Bucal e reforça atendimento com 40 novos consultórios

Para garantir melhor atendimento à população na área da saúde bu

Em São Bernardo, Prefeitura investe em Saúde Bucal e reforça atendimento com 40 novos consultórios
Secretário de Saúde, Geraldo Reple, e Orlando Morando vistoriaram a entrega dos equipamentos na UBS Santa Cruz; as clínicas serão instaladas em 9 Unidades Básicas de Saúde. Foto: Omar Matsumoto/PMSBC

cal e oferecer serviço de qualidade, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), anunciou o investimento em 40 novos consultórios de odontologia. Os novos equipamentos serão instalados em nove, das 34 Unidades Básicas de Saúde. Até março, todos estarão em funcionamento.

O chefe do Executivo acompanhou a instalação de dois consultórios na UBS Santa Cruz. “Estamos instalando dois consultó­rios completos, com equipamentos de alta tecnologia. Nesta unidade realizamos, em média, 5 mil atendimentos por mês. O investimento tem o intuito de ofertar aos nossos usuários um atendimento de qualidade, com toda estrutura necessária”, disse Morando.

Os novos consultórios custaram R$ 614 mil, no total. Cada conjunto é equipado com cadeiras, luz, mesa de apoio, cuba removível, sugador, dois fotopolimerizador, dois ultrassons e um amalgamador. O valor investido foi custeado por meio de emendas parlamentares federais enviadas ao município via Ministério da Saúde.

“A modernização dos equipamentos mantém a linha da proposta da administração, em melhorar o atendimento de saúde que é oferecido à população. Nós já trocamos os equipamentos de exames de imagens dos hospitais, Policlínicas e agora chegou à vez da Saúde Bucal”, afirmou o secretário de Saúde, Geraldo Reple, durante instalação dos consultórios na UBS Santa Cruz.

REFERÊNCIA

Em novembro do ano passado, a rede de Saúde Bucal de São Bernardo foi classificada, pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO), como a segunda melhor cidade do Estado de São Paulo, a oferecer atendimento odontológico.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2016, apenas 30% dos moradores buscavam atendimento de Saúde bucal nas UBSs da cidade. Já em 2018, este número cresceu para 34,18% (32 mil pessoas a mais).

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*