Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Inauguração do Bom Prato de São Bernardo fica para dia 15

Inauguração do Bom Prato de S.Bernardo fica para dia 15
Morando participou de almoço-teste nesta quarta. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Para contar com a presença do governador João Doria (PSDB), a unidade do Bom Prato de São Bernardo será entregue no próximo dia 15. A mudança de data ocorreu de­vido a uma audiência do chefe do Executivo paulista com o presidente da República, Jair Bolsonaro, hoje (10). Além disso, segundo a administração municipal, o prédio que receberá a unidade passa por ajustes finais.

O prefeito Orlando Morando (PSDB) participou nesta quarta-feira (9) de almoço-teste na unidade. “Fizemos o primeiro almoço-teste com os equipamentos de cozinha e foi oferecido um cardápio dentro do padrão do Bom Prato. A equipe que está trabalhando no local pediu mais uns dias para concluir os últimos preparativos”, pontuou.

A primeira refeição servida no espaço, para funcionários, teve como cardápio arroz, feijão, macarrão; frango xadrez e salada, com suco e frutas de sobremesa.

A unidade de São Bernardo será uma das primeiras em todo o Estado a servir três refeições completas ao público em vulnerabilidade social, com oferta de café da manhã, almoço e jantar.

O restaurante está loca­lizado em área de 650 mil m², anexa ao Poupatempo, na região central, próximo ao terminal de ônibus João Setti e às principais linhas de ônibus do município.

 NÚMEROS

A unidade do Bom Prato Dia e Noite de São Bernardo terá capacidade para servir 300 cafés da manhã, por R$ 0,50, 1.500 almoços e 500 jantares, por R$ 1, sempre com variedade de cardápios.

Crianças de até 6 anos de idade terão alimentação gratuita, a exemplo do modelo vigente nas demais unidades do programa. Todas as refeições passam por rigoroso controle do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital).

O restaurante funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h, no café da manhã, das 10h30 às 14h, no almoço, e das 17h30 às 19h no jantar.

Todos os serviços serão desempenhados pelo Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD (Crami), entidade vencedora de chamamento público para gerenciamento do espaço. Inicialmente, foram investidos R$ 4,1 milhões no local – sendo R$ 2,2 milhões do Estado (R$ 1 milhão para implementação do restaurante e R$ 1,2 mi­lhão para custeio de refeições ao longo de dez meses) e ou­tros R$ 1,9 milhão de contrapartida do município. (Reportagem Local)

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*