Arte & Lazer, Roteiro

5º Festival do Cambuci movimenta Ribeirão Pires no final de semana

Moradores de Ribeirão Pires e visitantes aproveitaram esse sábado, 1º de dezembro, para curtir a 5ª edição do Festival do Cambuci da cidade. O evento, realizado até esse domingo, dia 2, no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193 – Centro), apresenta ao público variedade gastronômica e artesanal de produtos feitos com o fruto, além de atrações culturais gratuitas.

A família de Cintia Ramos de Souza, 33 anos, do Jardim Caçula, trocou o fast-food pelas opções disponíveis no Festival. “Não conhecia o evento, só tinha ouvido falar. Aqui tem bastante variedade”, observou.

Seu marido, Elton Maia Moreno, 35 anos, com o filho do casal, Gael, de 1 ano, aprovou e recomendou a festa. “Está muito bom. O espaço é muito bem organizado, tranquilo, com lugar para estacionar e é coberto”, avaliou.

Com entrada gratuita, os visitantes aproveitaram as opções dos chalés ao som de artistas da cidade que se apresentaram durante todo o dia: On The Vibe, Lo Ramma e Ophelia. Nesse domingo, a partir do meio dia, a festa recebe mais atrações, entre as quais o grupo de forró Bicho de Pé, que subirá ao palco às 21h.

O 5º Festival do Cambuci da cidade é realizado por meio de parceria entre a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico municipal, o Instituto Auá e a Rota do Cambuci.

O evento reúne produtores do fruto para exposição e comercialização de itens variados. Além da Estância, o evento conta com participantes de cidades como São Lourenço da Serra, Paranapiacaba, São Bernardo, Bertioga, Paraibuna, Rio Grande da Serra, Parelheiros e do bairro do Cambuci, na capital paulista.

Entre os produtos oferecidos, é possível encontrar doces, licores, cachaças, geleias, mousses, sucos, xaropes, cerveja, sorvete, bolo de pote, antepastos e muitas outras delícias derivadas do fruto.

“O Festival do Cambuci integra o calendário oficial de eventos de nossa Estância e traz consigo valores fundamentais, entre eles a valorização de um fruto nativo, a cultura ribeirão-pirense e o apoio aos empreendedores de nossa cidade. Do mesmo modo, a festa movimenta nossa cidade, fomentando o turismo e sendo opção de lazer e entretenimento para o público”, declarou o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira, o  Kiko.

Festival impulsiona atividade de produtores locais

Manoel Francisco Matheus Queiroz, da Cambusales, é um dos empreendedores de Ribeirão Pires que gera renda complementar à família trabalhando com o cambuci. O morador do Centro Alto adquiriu residência onde há cambucizeiro de cerca de 70 anos de idade. Com 17 pés do fruto no quintal de casa, o produtor colhe, anualmente, cerca de 500 Kg de cambuci.

O trabalho enche Manoel de orgulho. “É muito gratificante, tanto para mim, como para minha esposa”, conta. “Trabalhamos com amor, principalmente por não se tratar só da venda do cambuci, mas também da divulgação e preservação desse fruto nativo, que traz inúmeros benefícios à saúde”, avaliou.

Há 44 anos, Ernesto Guariento, moradores da Vila Mortari, prepara licores feitos com o cambuci do pé plantado no quintal de sua residência, que acredita ser “centenário”. Aposentado, Ernesto ampliou o leque de opções do produto a partir de convite da Prefeitura, há quarto anos, para ingressar na Rota do Cambuci e no Festival da cidade. “Hoje participo de eventos em outras cidades, e levo o nome de Ribeirão Pires. O Festival impulsiona as vendas, inclusive pra fora”, contou Ernesto, que tem clientes que levaram produtos do cambuci para países como China e Austrália.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*