Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Hospital de Urgência de São Bernardo está com 67% das obras concluídas

Hospital de Urgência de São Bernardo está com 67% das obras concluídas
Reple, Cartola e Luiz Beber vistoriaram as obras; Novo equipamento de saúde irá substituir o Hospital Pronto Socorro Central e dobrar a quantidade de leitos. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Em ritmo acelerado, as obras do futuro Hospital de Urgência, localizado no Centro da cidade, consolidam 67% da construção e a total execução da superestrutura do prédio principal. O prefeito em exercício, Pery Cartola, visitou nesta sexta-feira (9) o equipamento.

Acompanhado do secretário de Saúde,  Geraldo Reple, e do coordenador Geral da Unidade de Gestão e Projeto (UGP), Luiz Beber, Cartola  vistoriou os sete pavimentos do futuro equipamento de saúde e salientou a importância do investimento.

“Estávamos precisando de um equipamento de saúde mais adequado. O PS Central ficou pequeno e não está mais suprido a necessidade. Por isso, tenho certeza, que com o novo hospital, iremos aumentar o nível de excelência no atendimento e dar um salto importante para a saúde de nossa cidade”, salientou Cartola.

O novo equipamento de Saúde vai substituir o Hospital Pronto Socorro Central (HPSC) e disponibilizar o dobro da capacidade de atendimentos. Atualmente, o HPSC possui 152 leitos. Quando o HU estiver em pleno funcionamento, irá oferecer 250 em uma estrutura moderna e adequada para atender à população.

O novo hospital será dividido em cinco setores de atendimento, que são: Módulo cirúrgico, módulo pedagógico, módulo de internação, módulo de serviços e apoio diagnóstico e módulo terapêutico. Para o secretário da pasta de saúde, essa organização é essencial para fornecer uma saúde de qualidade.

“Nosso principal objetivo é melhorar o atendimento aos nossos pacientes e a agilidade com que esta obra está sendo feita, prova de que a saúde é a principal prioridade da gestão. Os resultados já podem ser comprovados por toda a cidade. ”, apontou Dr. Geraldo.

Durante a vistoria, o responsável pela pasta de Saúde também salientou que, além de melhorar a Saúde do município, a construção está oferecendo novas oportunidades de emprego. “Atualmente, temos 400 funcionários trabalhando diretamente na obra e aproximadamente 870 indiretos. Quando o hospital estiver funcionando, teremos 1.500 funcionários da saúde atuando neste prédio”, disse o secretário.

O prazo do término das obras do Hospital de Urgência é em 2019 e o início do atendimento será em 2020. Até o momento foram utilizados R$ 80 milhões dos R$ 116 milhões que estão previstos para a despesa completa para a finalização do projeto.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*