Brasileirão, Esportes

Lucas Veríssimo briga para reforçar o Santos em clássico contra o Corinthians

Lucas Veríssimo briga para reforçar o Santos em clássico contra o Corinthians
Lucas Veríssimo não atua desde 28 de agosto. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Apesar de estar valorizado, o zagueiro Lucas Veríssimo não tem mais vaga assegurada no time titular do Santos. Isso porque os outros três zagueiros estão em alta: Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Robson Bambu. No segundo turno do Brasileirão, o Santos disputou nove jogos e sofreu apenas três gols, média de 0,3 por partida.

Veríssimo não atua desde 28 de agosto, quando o Santos foi eliminado da Copa Libertadores pelo Independiente e enfrenta concorrência pesada para voltar ao time contra o Corinthians, amanhã (13), às 19h, no Pacaembu.

No meio do ano, Veríssimo esteve na mira de Torino, Udinese, Lazio e Juventus, da Itália; Spartak Moscou e Zenit, da Rússia; Stuttgart, da Alemanha; e Saint-Éttiene, da França. Porém, o Santos recusou propostas de € 6 milhões a € 7 milhões (R$ 25,9 milhões a R$ 30,3 milhões, na cotação atual) e exigiu € 10 milhões (R$ 43,3 milhões) pelo atleta.

Na concorrência, Gustavo Henrique disputou 30 jogos em 2018, sendo 15 deles na era Cuca. Luiz Felipe, titular em 2016, ressurgiu após a chegada do atual treinador e fez 16 jogos nesta temporada.

Robson Bambu, o concorrente menos esperado, já que estava encostado antes da lesão de Lucas Veríssimo, tornou-se uma das grandes surpresas do técnico santista.

Bambu fez 12 jogos em 2018. No Brasileiro foram oito, sendo sete como titular. Com o jogador, o Santos tomou somente três gols. Dos oito jogos em que atuou, o Santos saiu de campo sem tomar gols em seis.

Lucas Veríssimo e Bambu voltaram a treinar após lesões e disputam posição na zaga que jogará o clássico. Gustavo Henrique está na frente e, por isso, Veríssimo terá de superar Luiz Felipe e Bambu.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*