Economia, Notícias

Venda de veículos cai 14% em setembro ante agosto, mas Anfavea eleva projeção para 2018

Venda de veículos cai 14% em setembro ante agosto, mas Anfavea eleva projeção para 2018
Megale: “mercado parece indiferente à volatilidade política”. Foto: Divulgação/Anfavea

Ao contrário do que ocorreu com as projeções de pro­dução e vendas, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) revisou para cima as previsões de vendas para o encerramento deste ano.

Agora, a estimativa para o licenciamento de autoveículos em 2018 é de crescimento de 13,7%, para 2,54 mi­lhões de unidades. A previsão anterior era alta de 11,7%.

Assim, a entidade repete o que havia feito na última terça-feira (2) a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fe­na­brave), que elevou de 9,7% para 11,9% a projeção de alta nas vendas de carros e co­mer­ciais leves para este ano.

Em setembro, segundo a Anfavea, foram licenciados 213,3 mil autoveículos, alta de 7,1% com relação ao mesmo mês do ano passado e queda de 14,2% em comparação a agosto. No acumulado do ano até setembro, o balanço aponta crescimento de 14%, pa­ra 1,84 milhão de unidades.

Para presidente da Anfavea, Antonio Megale, a queda nas vendas na passagem mensal já era esperada, mas o ritmo de licenciamentos surpreendeu. “O desempenho menor em setembro contra agosto é normal, pois tivemos quatro dias úteis a menos no mês. Porém, a média diária de 11,2 mil unidades é a maior desde janeiro de 2015, o que mostra manutenção da trajetória de crescimento gradual.”

A expetativa da associação é de que as eleições não impactem essa trajetória. “O mercado parece indiferente à volatilidade política do país”, avaliou Megale.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*