Artigo, Serviços

Virar a página, ainda que alguns continuem insistindo em remar contra a maré

Durou pouco a dobrada entre Márcio da Farmácia, candidato a deputado estadual pelo Podemos, e Regina Gonçalvez, federal pelo PV, ambos da base de apoio do prefeito de Diadema, Lauro Michels.

Como anunciado pela Imprensa neste início de semana, desentendimento entre ambos levou Regina a priorizar a candidatura de Carla Morando, mulher do prefeito de São Bernardo, e Márcio a candidatura do federal Alex Manente.

Num ambiente político como o imposto sob a liderança de Lauro Michels, o racha não surpreende. E quem perde mais uma vez é a cidade de Diadema, que parece condenada a ser o eterno “patinho feio” da grande região do Grande ABCD.

Da minha parte, reitero o que disse 30 dias atrás, em nota pública encaminhada à Imprensa e meus eleitores por meio das redes sociais: torço para que os moradores de Diadema dêem a oportunidade para que a cidade enfim possa sair do ostracismo, ainda que algumas de nossas lideranças políticas insistam em remar contra a maré.

Há 12 anos não temos representação na Assembléia Legislativa ou no Congresso Nacional.

Espero, com minha candidatura, quebrar esse ciclo de isolamento, mas como torço pela cidade gostaria que outras legítimas candidaturas da cidade também lograssem êxito, à medida em que com mais representação seremos ainda mais fortes.

Márcio e Regina brigam entre si e o prefeito Lauro Michels “lava” as mãos. O pessoal de fora corre para aproveitar a oportunidade.

O povo saberá dar a resposta adequada em 7 de outubro.

Ele é sábio. Já percebeu que é possível virar a página.

Luiz Paulo é vereador em Diadema (PR) e candidato a deputado estadual.

O texto acima é de total responsabilidade do autor, sem qualquer vínculo com as linhas editoriais do Diário Regional

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*